O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Espaço SECOVI

Custos condominiais

índice manteve sua estabilidade no mês de março

Publicado em: terça-feira, 2 de maio de 2017

Custos condominiais mantêm estabilidade em março

 O Icon (Índice dos Custos Condominiais) no período de abril de 2016  a março de 2017 apresentou variação de 7,05%

O estudo Icon (Índice dos Custos Condominiais) na Região Metropolitana de São Paulo, divulgado mensalmente pelo Secovi-SP, apresentou estabilidade no mês de março em relação a fevereiro.  

Todavia, o Icon registrou variação positiva de 7,05% acumulado nos últimos 12 meses (abril de 2016 a março de 2017), percentual acima da inflação medida pelo IGP-M (Índice Geral de Preços - Mercado), da Fundação Getúlio Vargas, que foi de 4,86% no mesmo período.

"Caso não haja nenhuma despesa extra no condomínio, os custos devem se manter estáveis nos próximos meses", prevê Hubert Gebara, vice-presidente de Administração Imobiliária e Condomínios do Secovi-SP.

Importante ferramenta para síndicos e administradoras acompanharem os gastos, o Icon não deve ser usado como índice de reajuste da taxa condominial, orienta Gebara. "Cada condomínio possui a sua própria estrutura de despesas. O síndico precisa ficar atento aos aumentos e fazer, além de rigoroso controle das contas, uma previsão orçamentária suficiente para as despesas ordinárias do seu empreendimento."

Fonte: http://secovi.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...