O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Inadimplência

Dívida de R5 75 mil

Depois de ficar 4 meses sem pagar água, síndico desaparece

Publicado em: sábado, 24 de março de 2012

 Síndico some após deixar dívida de R$ 75 mil com a Sanepar

Carolina Gabardo Belo
 
Mais de 200 famílias do condomínio Vale Verde II, no bairro Campo Comprido, ficaram sem água por mais de 24 horas, entre quarta-feira e ontem. O problema afetou 372 apartamentos distribuídos em 26 blocos e passaria despercebido se não fosse um detalhe: o corte no abastecimento foi causado por falta de pagamento das últimas quatro faturas da conta, tarefa designada ao síndico, que sumiu desde o anúncio da dívida.
 
Os moradores contam que a situação foi descoberta dias antes do corte de água e evitou que muitos se surpreendessem com as torneiras secas. A primeira a desconfiar da situação foi uma candidata a síndica, que pretende disputar a vaga no dia 3 de março. Ela estranhou a reação do síndico, que negou passar informações sobre as contas e respondeu: "quem manda aqui sou eu". Em contato com a Sanepar, ela descobriu que a dívida já chega a aproximadamente R$ 75 mil.
 
Revoltados, muitos moradores alegam que pagam seus condomínios em dia e esperam alguma explicação sobre as causas do corte no abastecimento. Eles contam que foram pegos de surpresa com a situação, pois não haviam enfrentado problemas semelhantes durante a gestão do atual síndico, há oito anos no cargo. O representante do condomínio, no entanto, não foi mais visto desde que o assunto veio à tona e também não atendeu as ligações da reportagem.
 
A esposa do síndico também está surpresa com todo o problema e ainda não retornou para sua casa por medo das ameaças que sofreu de que seu apartamento seria arrombado. Já o integrante do conselho administrativo responsável por assinar os cheques para o pagamento das contas alega que não sabe o que foi feito com o dinheiro.
 
‘Me sinto humilhada‘, desabafa a dona de casa Ana Paula da Silva, 30.
 
Ela se preparou para a falta d'água com vários baldes cheios de água e afirma que, apesar do tempo relativamente pequeno que ficou sem abastecimento, enfrentou dificuldades para as tarefas domésticas e de higiene. Ana Paula faz ainda outra observação em relação ao uso da água que ficou estocada. ‘Muitas pessoas vão jogar tudo fora. Um desperdício e que também teremos que pagar.‘ Os documentos com os gastos do prédio indicam que o valor da conta de água ficou em R$ 19,5 mil no último mês.
 

Contas serão pagas duas vezes

 
O abastecimento foi retomado na tarde de ontem, após um acordo entre os moradores e a Sanepar. Porém, o problema persiste, pois ninguém sabe para onde foi o dinheiro que seria usado para pagar as faturas e os condôminos temem novos cortes por falta de pagamento das faturas de energia elétrica e gás. Além disso, as dívidas terão que ser pagas novamente pelos moradores. A situação deve ser definida em uma assembleia hoje.
 
A administradora responsável pela cobrança do condomínio afirma que não tem informações sobre o pagamento das contas. A empresa explica que o contrato com o Vale Verde II é apenas financeiro e não administrativo. Desta forma, o rateio dos gastos é repassado mensalmente ao síndico, que fica responsável por quitar as dívidas. A Sanepar confirma o corte e o reabastecimento, mas informa que no endereço do condomínio constam apenas 140 ligações de água, com consumo superior a 400 metros cúbicos mensais, que sofreram com a falta de água por falta de pagamento.

Fonte: http://www.parana-online.com.br

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...