O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Administração

Espaço para lixo

Condomínios sem local destinado para resíduos têm dificuldades em SP

Publicado em: quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Condomínios devem ter espaço reservado para armazenar o lixo

Quem não respeita horários de coleta na rua pode pagar multa. Márcio Rachkorsky responde dúvidas sobre o assunto no SPTV.

Cuidar da coleta de lixo nos condomínios é um desafio para os síndicos. Muitos prédios não tem espaço adequado para que os moradores coloquem os saquinhos. Outros usam uma lixeira de ferro, na calçada, o que é proibido.

Moradores de um condomínio no Sacomã, na Zona Sul de São Paulo, que não possui espaço para lixeira, têm de levar o saquinho direto para o térreo. Mas a regra não agrada a todo mundo, como mostrou reportagem do SPTV desta terça-feira (28).

“Ele têm inconvenientes, como o aumento do uso de energia, de elevador, respingos que algum morador pode deixar cair. Então nós estamos implementando a coleta ativa. Nós vamos até o morador e tiramos o lixo no horário determinado. Se o morador não puder tirar o lixo, aí sim ele continua entregando no mesmo sistema”, explica o síndico André Fernandes.

Enquanto a mudança não vem, muita gente leva o lixo para o depósito, onde também tem espaço para pilhas, baterias e para óleo.

Só que do lado de fora do condomínio, a situação é completamente diferente. Tem lixo até na calçada, o que é muito desagradável e atrapalha a circulação dos pedestres. Fora que a lixeira de ferro é irregular. O certo seria ter um lugar fechado, como uma casinha, perto do muro e com fácil acesso coletor.

A Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (Amlurb) recomenda que os condomínios que não têm um local apropriado deixem o lixo na calçada, duas horas antes do caminhão passar, ou às 18h, se a coleta for à noite. As lixeiras de ferro foram proibidas em 2005, por ocupar um grande espaço das calçadas.

“A gente não tem uma administração, uma coordenação disso com a Prefeitura. Talvez se a gente tivesse um esquema de coordenar isso com a Prefeitura isso poderia mudar. Mas nós não temos”, explica Fernandes.

Num condomínio do Ipiranga, na Zona Sul, a síndica arrumou uma solução, mas ela conta com a boa vontade do coletor. “Ele é recolhido, à noite, e o próprio lixeiro que faz o recolhimento da rua, ele tem uma chave. Então ele abre nosso depósito, tira todo o lixo, não faz sujeira, não fica nada esparramado”, conta a síndica Rosângela Grafetto.

Os condomínios que não respeitam os horários para colocar o lixo na rua podem pagar multa que varia de R$ 600 a R$ 15 mil. A Amlurb ressalta que a fiscalização é feita pelas subprefeituras.

Fonte: http://g1.globo.com/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...