O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Fui eleito síndico

Fique de olho na inadimplência

Primeiros passos

  • Se não for combatida com equilíbrio e firmeza, pode comprometer o orçamento do condomínio.
  • É um dos principais deveres do síndico zelar pela adimplência do condomínio. Portanto, vale ficar atento aos condôminos que não estão em dia com suas obrigações. Um plantão para renegociar a dívida, em um final de semana, por exemplo, pode render bons frutos
  • A multa para pagamentos em atraso é de no máximo 2%, com os juros estipulados pela convenção, até no máximo 1%.
  • Cuidado: não são permitidas outras penalidades aos inadimplentes além da multa e dos juros. É ilegal cortar interfone, fornecimento de água e gás, ou restringir o acesso do condômino às dependências e equipamentos.
  • O que o síndico deve fazer é acompanhar de perto a ação da administradora  com relação aos condôminos inadimplentes. Não deixar passar muito tempo para entrar com ação judicial contra o devedor manda uma mensagem clara para todos os moradores - que o pagamento da taxa deve ser uma prioridade
  • Aconselha-se a não afixar listas dos devedores em áreas comuns do condomínio. Além de não ajudarem na celeridade da cobrança, ainda deixam o condomínio – e o síndico – mais suscetíveis a ações judiciais 
  • Descontos na dívida: nem o síndico nem o conselho têm o poder de fazer acordos com inadimplentes, dispensando do pagamento da multa e dos juros. A aprovação teria de ocorrer por unanimidade do condomínio reunido em assembleia, situação quase improvável. Caso o síndico conceda descontos, pode ter que ressarcir o condomínio com seu próprio dinheiro
  • O protesto de condôminos inadimplentes é uma possibilidade real em muitas cidades. Para que isso aconteça, porém, a medida deve ser aprovada em assembleia. 

Primeiros passos

  • Realizar um levantamento dos inadimplentes.
  • Combater o problema através da aplicação da lei e do bom senso: aplicação rigorosa da multa estipulada na convenção, estabelecimento de um prazo para cobrança amigável, e promoção de cobrança judicial em seguida.

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...