O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Segurança

Funcionário preso

Zelador furtou eletrônicos e cartões de crédito de moradores em Jundiaí

Publicado em: quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Pastor evangélico é preso por furtar bens de moradores de condomínio onde era zelador

Um pastor evangélico foi preso após furtar equipamentos eletrônicos, cartões de crédito e dinheiro nas casas do condomínio onde trabalhava como zelador.
 
Bruno Baptista Rodrigues, 29 anos, era responsável por uma igreja na Baixada Santista (SP) e foi transferido para Jundiaí, no interior do estado. Enquanto não assumia a liderança da nova congregação, ele conseguiu emprego em um condomínio da cidade para se manter.
 
Após seu início como zelador, moradores passaram a relatar furtos, e a Polícia investigou o caso. De acordo com informações do Jornal de Jundiaí, uma mochila furtada pelo pastor de uma das casas do condomínio foi a pista que ajudou a identificá-lo. Ele vinha usando-a para ir trabalhar no condomínio, sem se preocupar que o antigo dono pudesse reconhecer a bolsa. As câmeras de segurança o filmaram com o objeto, o que chamou a atenção dos policiais.
 
Na busca por maiores informações sobre Bruno, os investigadores notaram que ele havia ficado com as chaves da casa de um dos moradores que teve pertences furtados durante sua viagem de férias para que reparos fossem feitos na residência.
 
Ao ir à residência do pastor, os investigadores do 5º Distrito Policial de Jundiaí encontraram smartphones, notebooks, cartões, um aparelho de som e dinheiro.
 
A esposa do pastor Bruno, como é conhecido, foi questionada sobre a origem dos aparelhos e ela respondeu que seu marido havia dito que tinha encontrado no lixo. O pastor foi preso pela Polícia por estar em posse dos objetos roubados, que foram devolvidos aos proprietários.
 
Indiciado por furto qualificado, o pastor Bruno deverá responder ao processo em liberdade por não ter sido preso em flagrante.

Fonte: http://boainformacao.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...