O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Administração

Gases na garagem

Falta de circulação de ar pode ser nociva à saúde de condôminos

Publicado em: terça-feira, 30 de abril de 2013

Ausência de circulação de ar gera sérios problemas em garagens de edifícios

 
Por Hallita Avelar
 
Não é muito difícil perceber a ausência de saídas de ar em algumas garagens localizadas no subsolo de edifícios residenciais e comerciais. O problema, segundo especialistas, leva ao acúmulo de gases nocivos à saúde liberados pelos automóveis, fato que pode provocar desmaios e até matar.
 
De acordo com um dos proprietários da Argus Engenharia Ltda., Carlos Alexandre Torres, o perigo está principalmente em prédios comerciais, uma vez que o fluxo de carros é maior nesse tipo de empreendimento.
 
“O problema da concentração do monóxido de carbono pode ser resolvido através de ventilação natural, lembrando que é preciso haver uma abertura de entrada e outra de saída no lado oposto, ou por meio de exaustão mecânica, que é um sistema que troca o gás nocivo pelo ar puro do ambiente externo”, explicou o engenheiro mecânico.
 
Outro malefício que os gases liberados pelos veículos podem trazer está relacionado ao próprio prédio. Por serem corrosivos, eles podem prejudicar consideravelmente a estrutura da edificação.
 
“É importante que o projeto já preveja uma solução para essa questão, do contrário os prejuízos podem ser enormes para quem transita pela garagem”, alertou.

Fonte: http://revistaedificar.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...