O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Inadimplência

Inadimplência em MG

Taxa diminuiu um pouco entre setembro de 2018 e 2017, em condomínios

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Levantamento da CMI/Secovi-MG mostra que taxa de inadimplência nos condomínios foi de 10,8% em setembro

Um levantamento realizado pela Câmara do Mercado Imobiliário e Sindicato das Empresas do Mercado Imobiliário de Minas Gerais (CMI/Secovi-MG) mostra que o índice de inadimplência no pagamento das taxas condominiais está menor neste ano. Segundo a análise, em setembro de 2017, o índice chegou a 11,07% e, no mês passado, foi de 10,8%.

O estudo levou em consideração os dados registrados na capital mineira e na região metropolitana no decorrer do ano.

Apesar de a taxa de inadimplência de setembro deste ano ter diminuído, em comparação ao ano passado, houve um aumento em relação a agosto de 2018, quando a taxa registrada foi de 10,64%.

Segundo o vice-presidente das Administradoras de Condomínios da CMI/Secovi-MG, Leonardo Mota, esse resultado está possivelmente relacionado a questões externas.

“É evidente, na curva anual, que o mês de setembro reverteu, em pouco, a queda do índice de inadimplência. É provável que essa alteração se deva a fatores externos ao mercado imobiliário”, constata.

Enquanto o número de inadimplentes aumentou em 0,4% de agosto para setembro de 2018, os dados sobre os pagamentos atrasados caíram vertiginosamente no mesmo período.

Analisando condôminos que pagam suas taxas com atraso dentro do mês de referência, observa-se que, em setembro de 2018, a taxa de impontualidade registrada foi de 7,57%, 1,18 ponto percentual menor que no mês anterior (8,75%).

“Acredito que isso ocorreu em função das facilidades atuais de pagamento oferecidas pelos bancos, entre eles DDA, débito automático, home banking e outras plataformas”, ressalta Mota. Com relação a setembro de 2017 (7,29%), essa taxa teve um leve aumento.

No decorrer do ano de 2018, o índice de inadimplência mais baixo foi registrado em janeiro, quando a taxa chegou a 10,52%. Já o ápice foi observado no mês de fevereiro, com o índice de 11,64%. O período coincide com a maior taxa de inadimplência de 2017, registrada também em fevereiro. Naquela época, o número chegou a 12% (12,11%).

Já com relação à impontualidade, o índice mais baixo de 2018 foi registrado em fevereiro (7,46%). O pico do ano foi atingido em janeiro, com 9,50% de condôminos com atraso de pagamentos.

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...