O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Mercado

Mais barato

Compra de unidades em condomínios podem ser mais acessíveis

Publicado em: quarta-feira, 28 de agosto de 2013

 Imóvel novo a preço de custo é possível

 
Quem não sonha em adquirir a casa própria, nova, com toda segurança e conforto proporcionados por um condomínio residencial, construída com materiais de ótima qualidade e ainda por cima com valor abaixo do tradicionalmente oferecido pelo mercado? A proposta provoca certo estranhamento. Muita gente pode acreditar que se trata de oportunidade única ou até ficar um pouco em dúvida, mas a aquisição de um imóvel novo com valor até 30% abaixo do que é oferecido pelas construtoras tradicionais é possível através da construção pelo sistema de condomínio fechado. Trata-se de uma construção a preço de custo, fiscalizada pelos condôminos a qualquer hora, em qualquer circunstância.
 
A construtora elabora um projeto do empreendimento, faz o orçamento total de obra e as pessoas interessadas formalizam a sua adesão ao grupo de condôminos mediamente o pagamento de uma taxa. Esse grupo passa então, a ser responsável pelo fornecimento do capital necessário para todos os custos gerados pelo empreendimento, até a sua conclusão e entrega formal, incluindo não apenas os custos de construção, mas também impostos, taxas, emolumentos e demais despesas.
 
 
 O engenheiro civil Miguel Ângelo explica que cabe à construtora a responsabilidade técnica pela pela condução da obra e pela gerência de todas as atividades administrativas, que são remuneradas pela cobrança de um percentual de administração, no entorno de 15% sobre os valores do custo previsto.
 
“Esse percentual já está incluído no orçamento da obra e todas as despesas podem ser apreciadas a qualquer momento, através de prestação de contas elaboradas mensalmente para acompanhamento dos condôminos, que elegem uma comissão de representantes para este fim”, explica.
 
A transparência, de acordo com Miguel Ângelo, ajuda a evitar desperdícios tornando o preço de venda atraente para o comprador. “Esse é o diferencial do sistema. O valor chega a ficar de 20% a 30% abaixo do preço de mercado”, destaca. Para dar mais credibilidade ao sistema de construção de condomínio fechado, o engenheiro e diretor da Interproj Construções, Miguel Ângelo, verificou que o sistema apresentava dois fatores inibidores para o morador ou investidor.
 
Para reduzir a desconfiança nas negociações a empresa oferece a opção de preço fechado para reforçar a credibilidade do orçamento e a taxa de administração é limitada ao valor da obra. “O orçamento é um dos itens mais importantes na credibilidade de uma construtora que trabalha pelo sistema de condomínio fechado”, explica.
 
De acordo com o engenheiro, quando é muito baixo pode funcionar como “isca” para atrair condôminos, mas as surpresas futuras são inevitáveis. A consequência mais comum é a inadimplência, já que as pessoas acabam se deparando com um valor muito além do orçamento proposto. “Quando o orçamento é feito dentro da realidade, pode até trazer surpresas positivas, como  a devolução do que foi orçado e não foi efetivamente gasto”.
 
O também engenheiro Tibúrcio Batista é adepto do sistema e já adquiriu quatro imóveis dessa forma. Entre investimentos e apartamento para morar, chegou a conclusão que essa é uma ótima solução para comprar um imóvel de qualidade a preço justo. “Recomendo mesmo. A única ressalva que faço é em relação a contratação de uma empresa experiente ao porte do empreendimento pretendido”, disse. 
 

Mercado

 
Mas não é preciso estar em sintonia com o mercado imobiliário. Antes mesmo de serem lançados, esses tipos de empreendimentos já atingem média de 60% das unidades vendidas. Como grupos são formados de acordo com o interesse desse coletivo é comum que sobrem poucas vagas. O foco da Interproj é na construção de condomínios de prédios residenciais,  composto por uma ou duas torres, com apartamentos entre 120 e 180 metros quadrados, além de área de lazer com piscina, quadra de esportes, churrasqueira e playground.
 
“Nossos clientes são pessoas que já atingiram estabilidade na vida e estão a procura de um imóvel de boa qualidade”, detalha. São profissionais liberais, funcionários públicos estadual e federal e pessoas com remuneração mensal estável.
 

Garantias

 
Como o dinheiro para construir não é da empresa e sim dos compradores não existe o temor da falta de verba para tocar a construção. O único problema que pode surgir é se os compradores atrasarem as parcelas. Para evitar contratempos existe um cuidado na seleção dos clientes, explica O diretor da Interproj.
 
“Alguns empreendimentos são feitos com financiamento da Caixa Econômica Federal, o que garante que a obra não atrase.”
 
Os condôminos só são responsáveis pelo pagamento das despesas do empreendimento efetivamente apuradas e devidamente comprovadas. Assim, se houver algum custo inferior àquele inicialmente estimado, será cobrado o seu valor e não o estimado. O inverso também acontece. Quando os custo, por alguma razão, ultrapassam a estimativa inicial.
 
Quando a obra fica mais barata que o orçamento previsto, o excedente é devolvido integralmente para os investidores. Quando fica mais cara, os condôminos têm que suprir o que for necessário para a conclusão da obra. No entanto, não há cobrança de taxa de administração do excedente do custo previsto, para não haver vantagens para a construtora se a obra ficar mais cara, garante Miguel Ângelo.
 

Fonte: http://tribunadonorte.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...