O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Mercado

Mercado imobiliário

Em SP, apartamentos "diminuíram" metragem

sexta-feira, 20 de setembro de 2019
WhatsApp
LinkedIn

Imóveis usados de São Paulo ficam menores e preço tem pequena variação positiva

Oferta com três e um dormitório foram aqueles que mais "diminuíram" sua área ao longo dos últimos 3 anos

O mercado imobiliário secundário (imóveis usados) da cidade de São Paulo (SP) está oferecendo imóveis para compra com áreas menores. O destaque ficou para imóveis de 1 dormitório que tiverem uma diminuição 4% em sua área útil em 2018 quando comparado a 2016, revelando uma metragem média de 47,1 m² para 45 m², respectivamente. Os dados foram identificados por uma pesquisa inédita do portal imobiliário ZAP, do Grupo ZAP, que analisou o cenário entre janeiro/2016 e dezembro/2018.

Os imóveis de três dormitórios à venda também apontam redução na área, com uma queda de 3% ao registrar 112,4 m² (2018), contra 115,7 m² (2016). As ofertas de dois dormitórios tiveram diminuição de 2%, de 66 m² para 64,5 m². A única tipologia que apresentou crescimento de área (4%) foi aquela com quatro quartos ou mais, de 224 m² (2016) para 228,75 m² (2018). Para o coordenador de inteligência de mercado do Grupo ZAP, Coriolano Lacerda, a pesquisa reflete movimentações do setor, principalmente em apartamentos menores. "Atualmente, o mercado imobiliário atende uma demanda por imóveis menores, impulsionado pelas novas famílias e pelo pouco espaço disponível nos grandes centros", explica.

Preços apresentam pequena variação

Segundo o estudo, os valores médios de m² tiveram uma pequena variação. Os imóveis com quatro ou mais dormitórios registraram a maior diferença: 6%, que em número absoluto representa uma variação de R$ 542 - de R$ 9420/m² (2016) para R$ 9.962/m² (2018). Na sequência, estão imóveis com três dormitórios com uma variação de 4%, ao atingir R$8.466/m² contra R$ 8.168/m² no mesmo período. Já os valores dos imóveis com um dormitório registraram aumento no valor de R$ 10.470/m² contra R$ 10.403/m², variação negativa de 1% entre 2016 e 2018.

O único modelo que teve queda nos preços foi aquele de dois dormitórios com uma queda de 2%, quando comparado o valor médio de 2018 com o preço em 2016, com o valor partindo de R$ 7.500/m² para R$ 7.374/m². Para Lacerda, essa variação do preço segue uma regulação do preço em imóveis mais populares e a valorização do mercado de imóveis de alto padrão. "Com a economia do país instavel nos últimos anos, o setor dentro de imóveis com menor valor se regulou para atender a demanda. Já os imóveis mais caros e que atendem uma parcela social diferente, se mantiveram ou valorizaram, pois a demanda se manteve regular", finaliza.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Grupo Zap Imóveis.

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...