O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Ambiente

Metais pesados

Empreendimento em São Bernardo foi construído sobre terreno contaminado

Publicado em: segunda-feira, 30 de julho de 2012

 Área de prédios está contaminada com metais pesados, diz Cetesb

Laudo indica a contaminação em bairro de São Bernardo. Apartamentos estão avaliados em mais de R$ 1 milhão.
 
Um laudo preliminar da Cetesb mostra que o terreno onde se encontra o Mansão Imperial, novo condomínio no bairro Nova Petrópolis, em São Bernardo do Campo, no ABC, está contaminado com metais pesados. Até o final da década de 80, havia uma fábrica de plásticos instalada no local.
 
São cinco torres com 20 andares cada uma e apartamentos de luxo que estão avaliados em mais de R$ 1milhão. Silvana Azevedo, proprietária de um dos apartamentos, contou que só ficou sabendo da contaminação na hora de ir ao cartório assinar a escritura:
 
"Eu deveria ter sido alertada quando eu adquiri o imóvel, em abril", diz. E o síndico de um dos prédios informou que o mesmo aconteu com outros compradores.
 
Segundo a Cetesb, exames iniciais apontam a contaminação do solo e da água. A companhia disse que pediu análise mais detalhada para a construtora e que a área só será considerada reabilitada depois que for apontado o grau de contaminação do terreno.
 
A reportagem do SPTV procurou a prefeitura de São Bernardo do Campo, mas ninguém quis dar entrevista. Em nota, eles disseram que concederam o habite-se para os condomínios em novembro de 2011 - um mês antes da divulgação do relatório da Cetesb. E que agora, cabe ao órgão estadual tomar as providências necessárias.
 
O primeiro laudo da Cetesb foi concluído em 2008, ano em que começou a construção dos prédios. A companhia ambiental do estado disse que aguarda análises mais detalhadas do solo, e que já multou a Gafisa em mais de R$ 27 mil. O caso foi levado ao Ministério Público.
 
A construtora disse que os condomínios têm todas as licenças e que a remoção de parte do solo foi suficiente para garantir o uso residencial da área sem riscos para os moradores.

Fonte: http://g1.globo.com

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...