O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Ambiente

Modelo de cobrança

Balneário Camboriú muda forma de cobrar água e custo aumenta para condomínios

Publicado em: quarta-feira, 6 de julho de 2016

Mudança na cobrança de condomínios turbina arrecadação da Emasa em Balneário Camboriú

A decisão judicial que alterou o modelo de cobrança da conta de água nos edifícios que não têm hidrômetro individual por apartamento turbinou as contas da Empresa Municipal de Água e Saneamento de Balneário Camboriú (Emasa). A arrecadação passou de R$ 56 para R$ 70 milhões ao ano.

Até então, a autarquia cobrava o valor mínimo do metro cúbico, e o total era dividido por apartamento. Ocorre que o volume de consumo dos prédios, contabilizados em apenas um hidrômetro, demanda cobrança diferenciada – na prática, o metro cúbico onde se consome mais fica três vezes mais caro.

Diante das queixas dos consumidores, técnicos da Emasa têm se reunido com a agência reguladora, a Agesan, para definir o custo da água e qual a tarifa ideal.

Fonte: http://wp.clicrbs.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...