O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Segurança

Prédio de luxo

Grupo aproveita falha de porteiro e invade condomínio

Publicado em: terça-feira, 2 de outubro de 2012

Criminosos enganam porteiro e invadem prédio de luxo em São Paulo

 
Criminosos invadiram mais um prédio residencial em São Paulo. Os bandidos se aproveitaram da falta de treinamento adequado de quem trabalha na portaria.
A quadrilha invadiu um prédio de luxo na zona leste de São Paulo pelo estacionamento. O porteiro disse à polícia que abriu o portão porque achou que o carro era de uma moradora. Dentro do prédio, oito assaltantes foram direto para a cobertura.
 
Eles tentaram arrombar o apartamento, mas o sistema de segurança foi acionado. O supervisor da empresa de monitoramento foi até o condomínio e acabou rendido pelo bando, que fugiu sem roubar nada.
 
Este ano, pelo menos 24 prédios foram invadidos na capital paulista.
 
As quadrilhas que praticam esse tipo de crime normalmente são numerosas e carregam armas pesadas. Mesmo assim, quem trabalha com segurança de condomínios afirma que as invasões podem ser evitadas porque quase todo arrastão começa da mesma forma: uma pessoa, desarmada, que se aproveita de uma brecha na segurança do prédio para entrar.
 
O treinamento dos funcionários da portaria é um primeiro passo. Investir em equipamentos é importante. Mas, os edifícios precisam também formar uma comissão de segurança.
 
“Essa comissão, em conjunto com o especialista de segurança, ele pode definir todas as adequações que vão ser feitas, tanto em termos de equipe, em termos de ferramentas e lógico em termo de procedimento”, afirmou diretor da empresa de segurança Chen Gilad.
 
O Sindicato da Habitação de São Paulo faz um alerta: não adianta apenas os porteiros estarem atentos e bem treinados. Procedimentos de segurança devem ser seguidos por todos. Por exemplo, quando um morador desrespeita a regra, o prédio inteiro corre risco.
 
“Se nós obedecermos aos funcionários, que também já receberam ordem do sindico ou da administradora, nós estamos fazendo a nossa parte na questão da segurança”, disse Hubert Gebara vice-presidente da Secovi-SP.

Fonte: http://g1.globo.com

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...