O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Manutenção

Prédio evacuado

Laudo diz que incêndio começou na prumada elétrica do condomínio

Publicado em: quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Plaenge diz que analisará laudo e cita providências tomadas no Sunset Boulevard

Plaenge diz que analisará laudo e cita providências tomadas no Sunset Boulevard

A construtora Plaenge disse, através de nota enviada à imprensa, que irá analisar o laudo emitido pela Politec (Perícia Oficial e Identificação Técnica) sobre o incêndio que atingiu o edifício Sunset Boulevard, localizado no bairro Araés, em Cuiabá, no dia 14 de outubro do ano passado. O documento apontou que o fogo foi causado por um curto-circuito na prumada elétrica do edifício.  

“A Plaenge informa que teve acesso ao laudo emitido pela Politec e o mesmo foi encaminhado para o seu corpo técnico para a análise”, diz trecho da nota.  Além disto, a construtora ainda detalhou as providências tomadas durante os três meses que se passaram após o ocorrido. “Mesmo o empreendimento tendo sido entregue há 12 anos, no início da mesma manhã do dia 14/10/2014, mobilizamos uma equipe técnica no local durante todo o dia, à disposição do Corpo de Bombeiros para, se necessário, contribuir com informações para o resgate e evacuação dos moradores”.  

A assessoria de imprensa da empresa também lembrou que a partir do dia 05 de novembro os moradores passaram a receber uma ajuda de custo mensal no valor de R$ 3.500,00, que se mantém até a presente data. Em dezembro também foi reestabelecido o funcionamento de um dos elevadores.   “Em 18/12/2014, em reunião entre a Seguradora, Condomínio e Plaenge, após determinados os serviços necessários à reforma, foi acatado pela Equipe de Regulação e dado aceite pelos representantes do Condomínio para que a Plaenge realizasse os serviços de reparo. Por iniciativa da Plaenge mantivemos contato com a comissão durante todo este período em prol de trabalhar em conjunto com o condomínio, visando trazer o edifício à normalidade. Reuniões semanais, todas as sextas-feiras, foram realizadas de maneira aberta a todos os moradores do edifício com a presença da comissão dos moradores e administração do condomínio”, diz outro trecho da nota.  

Documentos  

A construtora ressaltou também que todos os documentos solicitados pela Politec haviam sido entregues em 2002, à primeira Administração do Sunset, quando o condomínio foi entregue e que no fim de novembro, os projetos disponíveis na empresa foram enviados à Politec, e outros não localizados pela Plaenge e pelo Condomínio, foram solicitados a entes públicos responsáveis pela sua aprovação e posteriormente entregues à Politec no dia 17 de dezembro do ano passado.   A assessoria de imprensa da Politec informou recentemente ao Olhar Direto que os documentos entregues pela construtora Plaenge não foram suficientes para auxiliar nas investigações, portanto, o laudo foi feito com base nos vestígios encontrados na cena do ocorrido.   O documento, entregue à 2ª Delegacia da Polícia Judiciária Civil na última sexta-feira (16), apontou falhas da construtora:"No caso de incêndio em análise, constatou-se que o conduto elétrico da prumada era constituído por mangueira de material de combustível propagante de chama, necessitando, portanto, de obturação (obstrução), na travessia de piso, o que também não existia", diz trecho. Também ficou evidênciado que: "“Após minuciosa inspeção, não se evidenciou qualquer vestígio de presença de buchas e arruelas metálicas nos orifícios de passagens dos cabos elétricos, tanto na parte inferior quanto no superior dos quadros”.

O caso  

O prédio Sunset Boulevard pegou fogo na madrugada do último dia 14 e assustou os moradores do residencial. Diversos homens do Corpo de Bombeiros e do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram acionados para atender a ocorrência, no prédio de 23 andares.   Várias pessoas ficaram presas nos andares superiores já que a fumaça tóxica tomou conta das escadas de emergência e também dos corredores. Alguns moradores foram resgatados por rapel, entre eles uma criança e um bebê. Outros foram retirados com o auxílio do helicóptero da Polícia Militar.

Confira a nota:

A Plaenge vem a público compartilhar as ações que nortearam seu posicionamento após o incêndio ocorrido em 14/10/2014 no edifício Sunset Boulevard, até o dia 16/01/2015. 1 - O Laudo A Plaenge informa que teve acesso ao laudo emitido pela Politec e o mesmo foi encaminhado para o seu corpo técnico para a análise. 2 - As providências após o ocorrido até o dia 16/01/2015 Mesmo o empreendimento tendo sido entregue há 12 anos, no início da mesma manhã do dia 14/10/2014, mobilizamos uma equipe técnica no local durante todo o dia, à disposição do Corpo de Bombeiros para, se necessário, contribuir com informações para o resgate e evacuação dos moradores. No mesmo dia convocamos dois especialistas, em estruturas de concreto e em incêndios, vindos de outro estado, para realizar as primeiras vistorias no edifício, a convite da defesa civil - realizadas já na manhã do dia 15/10/2014. Ainda no dia 15/10/2014 tivemos a confirmação do perito em estruturas de que a estrutura de concreto do edifício não havia sido comprometida pelo incêndio, liberando o acesso em segurança das equipes da Defesa Civil e demais órgãos oficiais ao edifício. Em reunião realizada em 20/10/2014, com a Comissão dos Moradores, foram estipuladas ações de efetivo apoio solidário. Os moradores passaram a receber, a partir de 05/11, uma ajuda de custo mensal no valor de R$ 3.500,00. Esta ajuda de custo se mantém até a presente data. Em 31/10/2014 a Comissão dos Moradores do Condomínio, a pedido da Seguradora, contactou a Plaenge para o orçamento da reforma do empreendimento. No dia 11/11/2014 a Plaenge foi liberada, por parte da Seguradora e do Condomínio, para iniciar os trabalho de remoção de entulhos e orçamentação da reforma. Em 11/11/2014 a Plaenge disponibilizou  um engenheiro civil para vistoriar as unidades do empreendimento. Esta vistoria teve dois objetivos: 1º. Conhecimento da necessidade de reparo físico de cada unidade e 2º. Elaboração de relato de danos civis ao apartamento (parte elétrica, gesso, paredes, pisos, portas etc...) para entrega à Seguradora; No dia 25/11/2014 a Plaenge apresentou através de reunião para todos os moradores como seria restabelecida a parte elétrica da área comum do edifício. Do dia 14/10/2014 até o dia 12/12/2014, quando foi reestabelecido o funcionamento de um elevador, foram vencidas etapas burocráticas, tais como: vistorias pelos entes públicos, vistoria pela Seguradora do Condomínio, vistoria pela área técnica da Plaenge em diversas áreas, tais como: Estrutura de Concreto Armado, Instalações Elétricas, Hidráulica e Comunicação e levantamentos de danos na parte externa aos apartamentos. Estas vistorias foram realizadas pela equipe da Plaenge, por recomendação da Seguradora e aceite da Administração do Condomínio/Comissão. Em 18/12/2014, em reunião entre a Seguradora, Condomínio e Plaenge, após determinados os serviços necessários à reforma, foi acatado pela Equipe de Regulação e dado aceite pelos representantes do Condomínio para que a Plaenge realizasse os serviços de reparo. Por iniciativa da Plaenge mantivemos contato com a comissão durante todo este período em prol de trabalhar em conjunto com o condomínio, visando trazer o edifício à normalidade. Reuniões semanais, todas as sextas-feiras, foram realizadas de maneira aberta a todos os moradores do edifício com a presença da comissão dos moradores e administração do condomínio. 3. Em relação a documentação Todos os documentos solicitados pela Politec haviam sido entregues em 2002, à primeira Administração do Sunset, quando da entrega do Condomínio, Em 27/11/2014 os projetos disponíveis na empresa foram enviados à Politec, e outros não localizados pela Plaenge e pelo Condomínio, foram solicitados a entes públicos responsáveis pela sua aprovação e posteriormente entregues à Politec em 17/12/2014. 4 - Compromisso A Plaenge reafirma o seu compromisso com os seus clientes e reforça que tomou imediatamente todas medidas possíveis, sempre de forma transparente e responsável. Até a presente data, temos mantido relações de respeito mútuo com todos aqueles que nos procuraram, de forma individual e/ou coletiva, buscando um entendimento comum para a situação. A Plaenge permanece à disposição de todos os seus clientes, bem como, da comunidade para eventuais esclarecimentos.

Fonte: http://www.olhardireto.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...