O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Administração

Propaganda política

Placas de candidatos deixam inquilinos e condôminos em pé de guerra

Publicado em: quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Placas de candidatos em imóveis alugados gera conflito entre donos e inquilinos

Colocar placas em imóveis alugados sem a autorização do dono do local é proibido
 
A fixação de placas de candidatos na fachada de apartamentos ou quitinetes alugados, sem a autorização do dono do imóvel, tem gerado confusões entre inquilinos e locadores, segundo o coordenador da Comissão de Fiscalização da Propaganda do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Rui Oliveira.
 
 “Colocar placas em estabelecimentos alugados sem a autorização do dono do local é proibido. Mas está havendo conflito, porque o inquilino acha que tem direito porque está pagando, e o locatário, muitas vezes indignado, quer retirar a placa à força”, disse.
 
Segundo ele, a população está sendo orientada a não retirar as placas à força, para evitar conflitos, e acionar a comissão da propaganda através do Disk Denúncia (3663-5859  ou 9131-2014) para retirar placas instaladas sem autorização do dono.
 
Ele explicou que  a comissão abre um procedimento de apuração e o inquilino é notificado pelo TRE a retirar a placa, evitando violências.
 
“Nesses casos, estamos orientando acionar a comissão para evitar o conflito mesmo. A pessoa denuncia e nós faremos a retirada, até para evitar qualquer tipo de violência”, disse.
 
A instalação de placas em locais proibidos, principalmente em estabelecimentos comerciais, continua liderando em número de propaganda irregular. Neste domingo, 22 placas foram apreendidas, dez em locais alugados, segundo Rui.
 
A maioria foi apreendida na Rua J, do bairro Alvorada, zona centro-oeste. Só nesta rua, foram retiradas 18 placas fixadas em casas e estabelecimentos comerciais, dez em locais alugados .
 
"Nós recebemos muita denúncia em relação a essa rua e tinha muita propaganda mesmo, em comércio principalmente, o que é proibido”, afirmou.
 
Para o coordenador, os candidatos estão mais “afoitos” em relação à propaganda. “Antes, nós quase não víamos placas. Agora, na reta final de campanha, os candidatos estão bem mais afoitos para divulgar seus nomes”, disse.
 
Apesar disso, ele avaliou que o domingo foi calmo em termos de propaganda com cabos eleitorais, por conta do concurso da Secretaria Estadual de Educação (Seduc). 
 
Ele explicou que o juiz da propaganda, Henrique Veiga, tem orientado a comissão a abrir um procedimento de apuração em cada caso de propaganda irregular do candidato, principalmente nos casos de fixação de placas em locais alugados. A reportagem tentou contato com o juiz, nesse domingo, para mais informações, sem sucesso.
 
Os casos de apreensões são encaminhados para a Procuradoria Regional Eleitoral (PRE), que definirá se apresenta representação contra o candidato. 
 
A legislação eleitoral prevê multa de R$ 2 mil e R$ 8 mil para os candidatos que fixarem material de propaganda em locais de uso comum, como pontos comerciais e bens públicos como postes, passarelas ou paradas de ônibus.
 
Nos demais, só com autorização do dono. O mesmo valor é aplicado a candidatos que usam placas acima das dimensões de quatro metros quadrados.

Fonte: http://new.d24am.com/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...