Crianças

Quem toma conta?

É recomendável que crianças estejam sempre acompanhadas

É muito comum em condomínios se observar crianças circulando sozinhas. Além disso, muitos pais pedem para que funcionários do condomínio tomem conta dos filhos. Veja o que dizem os especialistas:

  • Crianças menores de 10 anos não devem andar sozinhas nos elevadores para evitar acidentes;

  • Os pais não devem permitir que as crianças brinquem nas escadas do edifício;

  • Crianças menores de 5 anos devem brincar no playground acompanhadas de um adulto;

  • Recomenda-se que as crianças maiores estejam sempre acompanhadas de um amigo no playground;

  • Todas as crianças devem estar acompanhadas de um adulto nas piscinas do edifício;

  • Os funcionários do condomínio não têm obrigação de cuidar de crianças.  
  • Trata-se de um comportamento inadequado dos pais. Os funcionários não podem ser responsabilizados por nada que aconteça. Seria interessante estabelecer esse limite em reunião condominal.  
  • Quando as crianças estão brincado sozinhas e começam a incomodar, o síndico ou o zelador deve repreendê-la educadamente, pedindo para que não façam barulho e dizer que elas estão gritando. Ao final, ele pode dizer que se continuar desse jeito será obrigado a comunicar os pais.  
  • Caso a situação persista, o funcionário deve ligar para os pais e contar o problema.  
  • Lembre os pais, sempre que possível, que o condomínio possui lugares que podem ser perigosos para as crianças, como instalações elétricas, piscinas, escadas e elevadores, por isso, é bom evitar deixá-las circulando sozinhas.  

 

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...