O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Administração

Reajuste de taxa

Moradores se unem contra aumento de condomínio

sexta-feira, 1 de março de 2019
WhatsApp
LinkedIn

Moradores se juntam contra reajuste da taxa de condomínio em Campo Grande

Eles convocam vizinhos e dizem que são contra a proposta que deve ser apresentada hoje

Moradores do residencial Village Parati, em Campo Grande, se manifestam contra decisão de aumento da taxa de condomínio, que será anunciada durante assembleia agendada para hoje (28), no salão de festas do local. Uma moradora, que prefere não se identificar, afirma que está convocando todos os vizinhos para participarem do encontro, com o objetivo de barrarem o aumento da taxa condominial.

“Gostaria que todos os moradores participassem hoje da assembleia, porque é um absurdo o que o síndico quer fazer. El quer subir um horror nossa taxa de condomínio, sendo que no ano passado não foi feita nenhuma assembleia. Por lei, tem que fazer, prestar contas, para depois vir com mudanças de valores”, diz a moradora.

Ela afirma que o aumento deverá ser acordado entre os residentes. “Não é chegar com taxa e definir, o síndico está sendo incoerente no que está fazendo. Peço para todos os moradores comparecerem. O síndico está agindo de forma ilegal, precisamos unir forças, isso não está correto. Não teve assembleia ano passado, antes de ter aumento de taxa, tem que ter prestação de contas”.  

Um grupo de moradores permaneceu na entrada principal do local, na noite de ontem (27), orientando todos os moradores que adentravam, sobre a assembleia, se posicionando contra qualquer tipo de aumento anunciado.

Síndico

O TopMídiaNews entrou em contato com o síndico, Ricardo Rodrigues Carneiro, que explicou que vai realizar a prestação de contas e previsão orçamentária do residencial durante o encontro com moradores. Sobre a possibilidade de aumentar a taxa de condomínio, Ricardo afirma que vai sugerir aumento de R$ 20 na taxa, levando em consideração aumento nos gastos.

“Os moradores ainda não ouviram a proposta, eles precisam me ouvir primeiro para depois decidir se aceitam ou não a proposta. Tem quatro anos que não tem reajuste na taxa, basta refletir e ver que aumentaram gastos com luz, com água em todas as residências e como condomínio não foi diferente. Tem aumento de gastos também e estou sugerindo esse aumento de R$ 20”, explica o responsável pelo condomínio.

De acordo com Ricardo, existem duas propostas que serão apresentadas durante assembleia.

“Vamos apresentar duas propostas, a primeira de não ter aumento na taxa, mas diminuir o desconto daqueles que pagam até o dia 10 e ganham desconto sobre o valor. O morador que paga até o dia 10 de cada mês, paga R$ 105, sem o desconto pagaria R$ 130, ganhando desconto de R$ 9. A taxa de condomínio sem o desconto do dia 10 é de R$ 139. A segunda proposta, seria ter aumento e conceder desconto para os moradores que pagarem até o dia 10 de cada mês”.

Questionado sobre o número de inadimplentes existentes no residencial, Ricardo explica que de 1826 casas, 35% dos moradores apresentam atraso ou não pagam a taxa solicitada.

“Eu quero conversar com os moradores, preciso que eles me escutem para decidirmos juntos o que seria melhor. Caso não seja aceita a proposta, temos que diminuir a qualidade dos serviços prestados, hoje temos duas portarias 24 horas, vamos ter que repensar se permanece assim ou se mantém apenas uma portaria 24 horas. Vamos ter que diminuir os funcionários se for o caso, mas quero conversar com os moradores”.

Sobre a não realização de assembleia no ano passado, Ricardo afirma que realizou a prestação de contas e que a segunda assembleia deveria ser convocada por moradores, que não a solicitaram.

Fonte: www.topmidianews.com.br

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...