O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Administração

Rio Limpo

Condomínios vão sentir nas finanças a falta da receita publicitária

Publicado em: terça-feira, 14 de agosto de 2012

Publicidade zero onera valor de condomínios

Prefeitura retira 16 anúncios no centro e na zona sul na primeira operação do Rio Limpo
 
Muitos moradores de condomínios e integrantes de instituições no centro e na zona sul do Rio de Janeiro vão sentir um rombo nas contas a partir deste mês.
 
A prefeitura já está multando quem desobedece as novas regras do projeto Rio Limpo, que proíbe anúncios em fachadas, outdoors, letreiros em cobertura de prédios, empenas cegas (laterais), tapumes e redes de proteção de obras em 22 bairros (da Gamboa a São Conrado).
 
“Eles (condomínios e instituições) vão ter que se adaptar à maneira como viviam antes de ter (publicidades). Não queremos prejudicar os condomínios. A intenção é livrar a cidade da poluição visual onde há valor paisagístico e arquitetônico”, explica Alex Costa, secretário de Ordem Pública.
 
O decreto municipal entrou em vigor na quarta-feira, quando começou a cobrança de multa: R$ 570 por dia - o valor dobra em caso de reincidência. A retirada das placas tem de ser feita imediatamente.  “Três responsáveis podem ser multados: a empresa dona do painel, a que anuncia ou até mesmo os condomínios”, alerta o secretário.
 
A instituição espírita ADP (Aliança do Divino Pastor) é uma das que terá que refazer as contas, já que há oito anos tem contrato com uma firma de publicidade. A verba dos anúncios de filmes, colocados em um outdoor sobre o portão da casa, no Jardim Botânico, é responsável por cerca de 40% do orçamento da ADP.
 
O edifício de nº 200 da avenida Beira-Mar, no centro, também vai sentir o impacto do Rio Limpo. A publicidade na lateral do prédio rende até R$ 18 mil por mês, o que representa mais de 30% do condomínio.
 
Nessa quinta-feira, no primeiro dia de operações do Rio Limpo, que foram realizadas no Centro e na zona sul, a Secretaria de Ordem Pública retirou nove outdoors, sete lonas com propagandas fixadas em painel e cobriu um outro painel de Led, de aproximadamente 20 metros, com publicidade do banco Bradesco.
 
“O decreto já é notificação e as empresas já estão sendo multadas”, disse Costa, lembrando que só comerciantes têm 180 dias para adequar as placas dos estabelecimentos, com anúncios, ao tamanho permitido.  
 

Fonte: http://www.band.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...