O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×
Cadastrar
Entrar
Cotar Pedir orçamentos
Seja um fornecedor
menu
Espaço SECOVIRIO

Riscos dos capachos

COVID-19: Secovi RJ responde às principais dúvidas

quarta-feira, 29 de abril de 2020
WhatsApp
LinkedIn

Secovi Rio entrevista: cuidados com o tapete de porta

Para esclarecer dúvidas relacionadas ao combate do novo coronavírus, o Secovi Rio entrevistou a médica Adriana Coracini, infectologista da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo, que falou sobre os riscos dos tapetes de porta.

Veja o que diz especialista e as dicas de higiene:

1- Os tapetes de porta devem ser removidos por conta do acúmulo de sujeira, especialmente em tempos de combate ao coronavírus?

Depende. Se os sapatos são retirados antes de entrar em casa, não há necessidade de remoção dos tapetes. Agora, se os sapatos são retirados depois, deve-se limpar os tapetes. O chão da entrada ou do local onde o tapete fica tem que ser higienizado com frequência.

2- Quanto tempo o vírus do coronavírus consegue sobreviver em cima do tapete?

Dependerá do material do tapete. Se ele for de plástico, são 72 horas de sobrevida do vírus. Os demais materiais não foram testados e, desta maneira, não conseguimos saber sobre o tempo que ele consegue sobreviver.

3- Qual melhor forma de lavar os tapetes ou limpar os sapatos ao entrar em casa?

Para os tapetes e os solados dos sapatos, a melhor forma é usar água e sabão, produtos com cloro (hipoclorito) e quaternário de amônio.

Fonte: Secovi RJ.

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...