O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Manutenção

Tecnologia contra vazamentos

Veja como é possível usar melhor a água que serve seu condomínio

Publicado em: quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Condomínio de Itu passa 4 meses sem água e soluciona problema com tecnologia avançada

Segundo o Instituto Trata Brasil, a cada 100 litros de água coletados e tratados, aproximadamente 63 litros são consumidos, isso significa que 37% se perdem por vários motivos: vazamentos, roubos e ligações clandestinas, falta de medição e aferições incorretas do consumo. Para se ter uma ideia, o volume de água perdido por ano daria para encher seis sistemas Cantareira.

Todos esses fatores geram despesas e transtornos no dia a dia da população que convive com a falta da água. Um exemplo é o que aconteceu com o condomínio Campos de Santo Antônio, em Itu, interior de São Paulo, que viveu quatro meses de constantes interrupções de fornecimento de água.

Com capacidade de 500 m³, o reservatório era abastecido com água e, em apenas 2 horas e meia, já estava vazio. Com isso, 650 casas ficavam sem abastecimento. A situação fez com que a empresa de água disponibilizasse caminhões-pipa e, também, que os moradores construíssem cisternas para resolverem temporariamente a falta de água.

Para solucionar esse caso, várias reuniões foram realizadas entre os condôminos e a empresa de saneamento da cidade. No final, chegaram à conclusão que o melhor seria contratar uma empresa especializada em soluções de saneamento.

A empresa contratada levou ao local equipamentos com tecnologia avançada. Com aparelhos de geofones e dataloggers de precisão, a equipe monitorou e estudou o sistema de distribuição de água. Com os dados em mãos, implantou algumas medidas que resultaram na localização do ponto onde a tubulação estava rompida.

"Nós fechamos o registro, a empresa de saneamento reparou o vazamento e, atualmente, o reservatório está trabalhando com 87% de água", conta o empresário Cássio Lima, diretor da empresa contratada para o trabalho.

Esse serviço minucioso foi realizado em 8 dias. Segundo a Cássio Lima, estima-se que foi perdido em torno de 35 mil m³, ou seja, 35 milhões de litros de água em aproximadamente 120 dias. O custo desse desperdício foi de aproximadamente 185 mil reais para a empresa de abastecimento. Um prejuízo significativo para a gestão pública, o que mostra a importância de se monitorar constantemente as redes de água para evitar a ocorrência de vazamentos.

Saiba mais: inspeção contra vazamentos

Fonte: https://noticias.terra.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...