O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Segurança

Tráfico em condomínio

Presa síndica de condomínio popular acusada de tráfico

Publicado em: segunda-feira, 27 de junho de 2016

Presa síndica que controlava o tráfico em conjunto do ‘Minha casa, minha vida’

Condomínio dominado pelo tráfico fica em Vista Alegre, São Gonçalo

Policiais civis prenderam a síndica de um condomínio “Minha casa, minha vida”, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio, o marido dela e outras sete pessoas, durante uma operação para combater o tráfico de drogas.

A ação começou às 6h, no bairro Vista Alegre, e teve a participação de três delegados e outros 45 agentes. A missão era cumprir 12 mandados de prisão e 15 de busca e apreensão.

O marido da síndica, Patrick de Oliveira Rocha, de 22 anos, é apontado como o chefe do tráfico no local. A síndica foi identificada como Suelle Ferreira Coutinho, de 32 anos.

De acordo com os policiais, a investigação que culminou com a operação batizada de Ubuntu foi iniciada em 2015, quando o tráfico local expulsou a síndica, à época, apoderando-se de todos os seus bens.

A partir da expulsão desta moradora que não admitia o tráfico no interior do Condomínio Vista Alegre I, a 74ª DP (Alcântara) passou a investigar a organização criminosa. Ainda em 2015, uma operação foi feita para recuperar os pertences da ex-síndica. Três pessoas foram presas pelo crime.

As investigações apontaram não só o envolvimento do casal Patrick e Suelle, mas de outros moradores que colaboram com o tráfico.

Eles também extorquiam dinheiro de outros moradores, que eram obrigados a pagar um valor mensal de R$ 70 para a quadrilha.

Qualquer morador que se opusesse ao pagamento da taxa e ao funcionamento do tráfico sofria ameaças e era expulso do condomínio.

Foram identificados ainda alguns apartamentos que rendiam a Suelle e Patrick valores a título de aluguéis. Esses imóveis pertenciam a moradores que foram expulsos.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, a quadrilha chegou a matar, no condomínio, um policial militar morador do local.

Fonte: extra.globo.com

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...