O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Convivência

Vocabulário controlado

Em condomínio de SP, morador que fala palavrão pode ser multado

Publicado em: quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Condomínios multam quem fala palavrões

 
Os palavrões, tão comuns nos jogos de futebol na quadra do prédio no fim de semana, podem ter uma consequência mais séria. Condomínios começam a multar os moradores "bocas-sujas".
 
"Quando dói no bolso, o problema se resolve", disse à Folha de S.Paulo Antônio Gleyton, síndico de um prédio na capital paulista. 
 
O Grupo Light, que administra condomínios, contabiliza que, das 7.380 multas e advertências aplicadas no ano passado, 31% foram pelo mau uso das quadras, especialmente pelo uso de palavrões. 
 

Na Justiça 

 
Em um dos casos, o morador foi multado no valor equivalente a um condomínio (cerca de R$ 600). Ele recorreu à Justiça alegando que não disse nada impróprio e pediu ainda indenização por danos morais de R$ 3,5 mil. O processo está tramitando. 
 
Para valer, as mudanças no regimento interno do prédio precisam ser aprovadas pela assembleia, que deve estabelecer como vai funcionar a punição. 
 

A regra é clara 

 
Uma alternativa à aplicação de multas é incorporar a proibição de falar palavrões às regras do jogo. 
 
Foi o que aconteceu em um condomínio na Barra da Tijuca, no Rio. Os jogadores criaram uma nova regra: palavrão é falta. 
 
Segundo o combinado, cada vez que um jogador for "boca-suja", seu time será punido. A regra aparece em placas espalhadas pelo campo de futebol do prédio. 
 
Os moradores que defendem a punição a quem fala palavrões argumentam que as crianças devem ser poupadas de ouvir as expressões chulas.
 
"É um exagero de cuidado e controle", rebate Maria Letícia Nascimento, da Faculdade de Educação da USP.

Fonte: http://www.destakjornal.com.br

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...