O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Ambiente

Ambiente

Condomínio na Barra é multado em R$ 50 mil após lançar esgoto em lagoa

Publicado em: quarta-feira, 3 de abril de 2013

 Prédio comercial em Jacarepaguá também foi multado nesta quinta (14). 

Imóveis podem ter outra multa em caso de despejo in natura comprovado.
 
Secretário estadual de Ambiente participou de fiscalização na Barra da Tijuca na manhã desta quinta (14) (Foto: Divulgação/SEA) Um condomínio residencial na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, recebeu a multa máxima de R$ 50 mil, aplicada pela Secretaria estadual de Ambiente, na manhã desta quinta-feira (14). De acordo com José Maurício Padrone, da Coordenadoria Integrada de Combate a Crimes Ambientais (Cicca), técnicos comprovaram que o condomínio despeja irregularmente esgoto na Lagoa de Marapendi, através da galeria de águas pluviais.
 
Segundo Padrone, foi colhida uma amostra do esgoto despejado pelo condomínio para análise no Instituto Estadual do Ambiente (Inea). Se o laudo que fica pronto em cinco dias mostrar que o índice de poluentes jogados na lagoa está acima do padrão, o condomínio receberá outra multa de R$ 50 mil por poluição de corpo hídrico.
 
“Todos os condomínios que estamos fiscalizando já foram notificados no ano passado pela Cedae por não ter ligação com a rede coletora de esgoto. Mas como a Cedae não tem poder de polícia para punir esses crimes, os condomínios nada faziam. Agora, com a fiscalização e com as multas eles estão se conectando à rede da Cedae”, disse Padrone.
 

Prédio comercial também é multado

No início da tarde, os técnicos foram checar a situação de um prédio que tem cem salas comerciais na Freguesia, em Jacarepaguá, também na Zona Oeste. De acordo com Padrone, o conjunto comercial também não está conectado à rede da Cedae e o esgoto está sendo despejado irregularmente num córrego que passa perto do condomínio. O imóvel também foi multado em R$ 50 mil e poderá receber outra multa de mais R$ 50 mil, em caso de comprovação de despejo de esgoto in natura nas lagoas da região, após conclusão de laudo do Inea.
 
“Só temos condições de vistoriar dois condomínios por vez, já que a operação para descobrir as ligações clandestinas implica, muitas vezes, em ter de quebrar o asfalto para descobrir de onde vem o esgoto despejado irregularmente. Por tudo isso, decidimos nessas operações aplicar a multa máxima, que é de R$ 50 mil”, explicou Padrone.
 
Esta é a terceira operação realizada pela Secretaria estadual do Ambiente junto com a Cedae. “Até agora, já multamos cinco condomínios residenciais e um edifício comercial por não se conectarem à rede da Cedae e por poluição de corpos hídricos. Vamos continuar dando uma dura nesses condomínios", afirmou o secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc, acrescentando que "é inadmissível que esses condomínios não colaborem, pelo simples fato de não quererem pagar a taxa de esgoto".

Fonte: http://g1.globo.com

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...