O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Manutenção

Área comum

Veja de dicas de reforma e manutenção do salão de festas

Publicado em: segunda-feira, 29 de agosto de 2016

O salão de festa como extensão do apartamento

Espaço comum dos condomínios, o salão de festa tem sido cada vez mais procurado para todo tipo de evento, por isso um bom projeto se faz necessário para atender a todos os perfis

Há quase 10 anos, os moradores do condomínio Saint Denis, no centro de Florianópolis, tinham uma área de recreação infantil que estava inutilizada. Eles sentiam falta de um espaço coberto para receber a família e os amigos em reuniões e comemorações, foi então que decidiram convocar uma assembleia para concretizarem um grande desejo: ter um salão de festas. Para dar vida a um local aconchegante, requintado e que pudesse atender a todos os perfis, a decisão foi contratar um arquiteto para fazer um projeto específico.

“Fizemos um grande salão de festas, bem chique, como dizem”, diverte-se o síndico Lauro Andrade, ao descrever o espaço que até hoje atende à maioria dos moradores com conforto.

“O salão é muito utilizado para aniversários e todos os tipos de festas e reuniões”, conta o síndico sobre o local, que conta com cozinha gourmet e mobiliário feito de madeira trabalhada. “O salão atende a todos os perfis de moradores”, diz Lauro.

Sem erros no projeto

A opção por contratar um profissional especializado no projeto desses espaços tem crescido, já que fica cada vez mais no passado aquela imagem dos salões impessoais, com mesas e cadeiras de plástico. Hoje esses ambientes são procurados para todo tipo de celebração, por isso é necessária uma proposta que atenda a todas as demandas. “Temos que entender, antes de qualquer coisa, que o salão de festas é um espaço comunitário, destinado à descontração e confraternização de grupos que muitas vezes não são nada homogêneos”, destaca o arquiteto Eduard Nardi.

O primeiro passo para projetar um salão de festas atraente é seguir três conceitos básicos: o estético – afinal de contas, o espaço tem de ser bonito -, o programático – que leva em conta as atividades ali realizadas – e o técnico, lista o arquiteto.

“Conforto e praticidade” dos usuários são destacados por Eduard no momento em que se cria o programa, que inclui o estudo de proporções do ambiente, equipamentos necessários e adequação de materiais e superfícies. Isso tudo sem esquecer a durabilidade e manutenção.

Não menos importante, o arquiteto cita a implantação de uma boa iluminação e solução acústica, “que permita o pleno uso do espaço sem que o convívio harmônico com os vizinhos seja abalado”. A escolha do mobiliário para compor o salão, por sua vez, é uma etapa que exige atenção. Segundo o arquiteto, o layout deve ser versátil, a princípio mais impessoal, o que é obtido com elementos leves.

“O certo mesmo é que todos os excessos são dispensáveis”, ressalta, ao citar que uma grande tendência é a utilização de elementos ecológicos e regionais, que dão conforto e identidade ao espaço.

Boas escolhas evitam gastos futuros

Além da estética e funcionalidade, o bom projeto também leva em conta a necessidade de manutenção do espaço. Afinal, nada é para sempre, principalmente quando se trata de um local ocupado por várias pessoas. Sendo assim, o arquiteto Eduard costuma optar por produtos de alto desempenho e durabilidade, como materiais não porosos, resistentes ao desgaste ou impermeáveis, que estendem o aspecto de ‘novo em folha’. Superfícies de aspecto sólido ou polido são evitadas.

Um elemento da decoração de extrema importância, mas que muitas vezes fica para depois, são os bloqueadores solares.

“O uso correto de cortinas, persianas ou filtro (película) nos vidros pode ser fundamental para manter o colorido das coisas. Afinal, a luz é fundamental, mas o sol queima. A impermeabilização dos tecidos também deve ter sua cota garantida no orçamento, pois pode evitar manchas muitas vezes irreparáveis”.

No condomínio Saint Denis, uma empresa especializada em limpeza é contratada para higienizar peças como estofados, tapetes e cortinas. Na Grande Florianópolis, a Cleaning Express está acostumada a atender condomínios. Segundo o gerente, José Gammarano Garcia, o trabalho permite que qualquer tipo de mancha seja retirada, além de ácaros e bactérias.

“O segredo para conservar a aparência é não deixar muito tempo sem manutenção, ter uma programação periódica. A ventilação no ambiente também é muito importante”, dá a dica.

Para não errar no projeto:

- Grandes superfícies e elementos discretos de longa durabilidade 

- Decoração com pequenos objetos, que são mais fáceis de substituir

- Materiais com propriedades acústicas de isolamento e absorção

- Iluminação específica, que leve em conta as cores e destaque os objetos de maneira correta

- Decoração deve incluir cortinas, persianas ou filtro (película) impermeabilizados

- Cores mais tradicionais: tons de marrom, bege e vermelho

- Aos mais audaciosos: tons gerais de cinza mesclados com azuis e verdes vibrantes e profundos, ou mesmo tons de amarelo cítrico.

Fonte: http://condominiosc.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...