O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Ambiente

Ataque a pássaros

Condomínio cobre copas de árvores e causa morte de animais, em Manaus

Publicado em: quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Morte de pássaros: Protesto reúne 300 em porta de condomínio de luxo de Manaus

Um protesto contra a matança em série de pássaros da espécie brotogeres versicolurus (periquitos), foi realizado por volta das 15h deste sábado (29) em frente ao condomínio de luxo Ephigênio Salles, na avenida de mesmo nome, bairro Aleixo, Zona Centro-Sul de Manaus. O ato público reuniu 300 pessoas, conforme estimativas da Polícia Militar, e foi motivado depois que mais de 200 pássaros da mesma espécie foram encontrados mortos na última quinta-feira (27) em via pública, na frente do condomínio. No momento da manifestação, o público que participava presenciou diversos pássaros caindo das arvores mortos. Também foram encontradas aves presas nas telas de proteção que cobrem as copas. A manifestação foi organizada por diversas organizações não governamentais (ONGs) de proteção ambiental e animal, com o apoio da Polícia Militar, Instituto Municipal de Trânsito (Intrans) e Corpo de Bombeiros, que garantiram a tranquilidade do ato. Os Bombeiros foram acionados pelos manifestantes para retirar as telas de proteção, colocada pela administração do condomínio. De acordo com o capitão responsável pela operação, que não quis se identificar, os Bombeiros não tem responsabilidade para tirar as telas, mas podem abri-las, uma vez que as mesmas encontram-se amarradas com aves presas e correndo risco de morrerem sufocadas. A administração do condomínio Ephigênio Salles, não quis se pronunciar e disse que vai enviar uma nota à imprensa sobre o fato.   Telas de proteção Em 2012, moradores desse mesmo condomínio instalaram telas de proteção nas copas das palmeiras imperiais para impedir a presença das aves, que usavam o local para descansar e se proteger, mas acabavam “destruindo” as plantas. Na ocasião, o condomínio teria uma permissão dos órgãos estadual e municipal, que nunca foi mostrado ao público. Segundo a organizadora do protesto, a professora Talita Coelho, o objetivo da manifestação não é ficar contra os moradores do condomínio. “A gente só vai lá mostrar para o poder público que não somos idiotas, que queremos uma solução para isso e que não vai parar por aqui. Isso é apenas o inicio de uma grande batalha pela vida dos pássaros silvestres”, adiantou Talita. Para o delegado de policia Geraldo Magela, que participou do protesto, tanto os moradores, quanto a população e os políticos do Estado deviam se integrar a esse movimento. “É uma forma covarde como essas pessoas agiram com esses pássaros, pois os animais não têm como se defender. Foram mortos de forma premeditada. As pessoas que fizeram isso têm que respeitar o perfil da nossa região e os animais”, arrematou.

Fonte: http://www.emtempo.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...