O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Convivência

Ataque de cachorro

Animal mordeu criança dentro de condomínio, no DF

quarta-feira, 27 de março de 2019
WhatsApp
LinkedIn

Criança é atacada por cachorro dentro de condomínio em Ceilândia, no DF

Menino de 10 anos levou mais de 20 pontos nos ferimentos

Uma criança de 10 anos foi atacada por um cachorro dentro de um condomínio em Ceilândia, no Distrito Federal. O caso aconteceu na QNN 27, no último sábado (23) e o menino levou mais de 20 pontos nos ferimentos.

Segundo a mãe da criança, Uigma Madureira, o ataque aconteceu dentro de uma área reservada para cães. A criança estava brincando com o cachorro de um amigo quando a moradora entrou no espaço com mais três cães, um deles da raça bull terrier.

De acordo com testemunhas, ela soltou os animais da coleira e o bull terrier atacou o menino. A vítima contou que ainda tentou correr e pular a grade, mas foi derrubado.

Logo em seguida, o cão agarrou a perna do garoto e começou a morder. Depois, avançou no pescoço da criança.

De acordo com os moradores, as regras do condomínio exigem que os cães fiquem de coleira e junto aos donos, mesmo na área reservada para eles.

“Não sabia que no condomínio estava tendo cachorro de porte grande, que era o tipo que atacou ele, disse a mãe do menino.”

Responsabilidade do condomínio e da dona do animal

Além de fazer exames e levar 20 pontos nos ferimentos, a criança também está tomando antibióticos. Ele contraiu uma infecção.

A mãe do menino disse que a dona dos cachorros não ofereceu ajuda com exames e nem com remédios.

Segundo a advogada Ildecer Amorim, a família pode pedir, na Justiça, o ressarcimento dos gastos com o tratamento. Ela explica ainda que o condomínio tem o dever de vigiar a área reservada aos cães e a dona dos cachorros deve vigiar os animais.

A TV Globo tentou falar com a mulher, mas não foi atendida. Até o momento da publicação desta reportagem, o síndico do condomínio também não quis falar sobre o caso.

Fonte: g1.globo.com

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...