O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Segurança

Bandido disfarçado

Polícia procura ladrão que entra em condomínios em Brasília

quinta-feira, 13 de dezembro de 2018
WhatsApp
LinkedIn

Polícia procura ladrão que engana porteiros para arrombar apartamentos em Brasília

De terno e gravata, ele consegue subir e toca campainha para ver se não tem ninguém. Depois, leva joias e eletrônicos na mochila.

A Polícia Civil procura por um homem que consegue passar com facilidade por portarias e arrombar apartamentos no Distrito Federal. A última ação dele foi na manhã desta segunda-feira (10).

Como disfarce, ele usa terno, gravata e óculos escuros. Pelo relato de moradores, ele passa pelos porteiros sem dificuldade. Quando é autorizado a subir, aperta a campainha para ver se alguém atende. Se for o caso, diz que é engano.

Na quadra 1 do setor de Indústria do Gama, deu certo para o ladrão. Como ninguém apareceu, usou uma ferramenta para forçar a porta e arrombar o apartamento.

A vítima diz que ele levou relógios, celulares, dinheiro e jóias: um prejuízo de R$ 6 mil. Ela reclama da facilidade que ele teve para entrar no prédio.

“Cheguei no meu apartamento e estava todo bagunçado.E inclusive ele saiu, ainda tomou água com o porteiro e foi embora, com todos os meus pertences na bolsa dele”, relatou a moradora.

“Não é chamar uma pessoa pra ficar aí e olhar quem entra e quem sai. Ele tem que ter todo um preparo. A gente paga um condomínio caro pra ter segurança.”

A aposentada Maria Ribeiro deu sorte. O homem esteve no prédio onde ela mora. Ele até tentou arrombar a fechadura, mas não conseguiu. “A pessoa se identificou dizendo que iria no apartamento 504 e tava procurando um Fernando. Mas o porteiro não se certificou se esse morador era daqui mesmo ou se existia algum Fernando aqui.”

Na 408 Sul, ele arrombou dois apartamentos na última semana.

“Quando eu entrei em casa, as portas estavam semi-abertas sem sinais de arrombamento. Aí quando eu entrei, fui percebendo a ausência de alguns eletrônicos. O meu computador, a casa toda estava virada, o video game das crianças também. Tudo bagunçado e tudo revirado”, relatou o morador. Além do prejuízo financeiro, o cachorro Bob, de 3 anos, fugiu durante o furto.

De acordo com o delegado Ataliba Neto, a orientação é informar aos vizinhos em caso de viagem ou outra ausência de casa.

Segundo dados da polícia, de janeiro a novembro deste ano, 566 casas foram roubadas ou furtadas no DF. Com o mesmo período do ano passado, houve uma queda de 27%.

Fonte: https://g1.globo.com

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...