O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Ambiente

Coleta seletiva

Prédio deve se organizar para separar materiais descartados

Publicado em: quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Os condomínios não enfrentam apenas problemas relacionados à contratação do prestador que recolhe o lixo. Ainda há muitas dúvidas sobre a maneira correta de fazer o descarte do material.

"Ao contratar a empresa cadastrada pela prefeitura, deve-se separar o lixo reciclável na lixeira especial", orienta Gabriela Tischenberg, analista ambiental da administradora Itambé.

Empresas e cooperativas exigem uma limpeza básica do material a ser reciclado; ele deve ser mantido seco e ficar longe do lixo orgânico. Essa é a parte mais difícil para alguns condomínios, de acordo com Edson Lobo, da empresa 2 A Reciclagem.

Ele conta enfrentar mesmo problemas relacionados a informações errôneas no momento da contratação.

"Ao pedir um orçamento, muitos locais diminuem o volume de lixo a ser recolhido pela empresa, para tentar economizar. Esse arranjo costuma durar pouco, pois cobramos pelo excedente recolhido", afirma Lobo.

Nos empreendimentos comerciais gerenciados por Nilton Savietto, 61, síndico profissional, a coleta seletiva e o descarte correto dos resíduos já acontecem há tempos.

"Mas, por causa do decreto, tive de mudar de fornecedor, optando por uma empresa que recolhe o lixo diariamente", comenta Savietto. O cuidado se estende ao descarte correto de óleo de cozinha, retirado por uma ONG.

A gerente predial Rosimeri Bispo, 44, já havia providenciado em seu condomínio coleta seletiva, papa-pilha e descarte correto de lâmpadas.

"Para nos adequarmos, compramos uma lixeira colorida com sinalização especial, no padrão da lei [municipal nº 14.973/09, que obriga a coleta seletiva em grandes geradores de resíduo], para papel, plástico, metal e vidro", cita. Não houve impacto na taxa condominial.

 

ÓLEO

O descarte correto do óleo de cozinha também tem preocupado os condomínios. Se jogado na pia ou no lixo comum, ele acabará contaminando o lençol freático.Estima-se que cada litro de óleo despejado em rios ou lagos polua mais de 25 mil litros de água.

A ONG Trevo coleta óleo usado e só cobra pelo kit de acondicionamento, que custa R$ 40, com funil e tambor de 50 l. "Quando o recipiente enche, o condomínio liga e nós retiramos em um dia", explica Roberto Costacoi, presidente da ONG.

Confira outros locais que fazem o reaproveitamento do material:

 

MATERIAIS CONVENCIONAIS

-Carrefour:www.carrefour.com.br

-Chico Mendes: 0/xx/11/ 2752-9446

-Cooperação: 0/xx/11/ 3836-9043

-Coopercaps: 0/xx/11/ 5667-7937

-Coopere-Centro: 0/xx/11/ 3326-4512

-Cooperleste: 0/xx/11/ 2013-3627

-Coopermyre: 0/xx/11/ 5612-4723

-Coopervivabem: 0/xx/11/ 3833-9022

-Crescer: 0/xx/11/3902-3822

-Fênix Agape: 0/xx/11/ 3537-3797

-Nova Conquista: 0/xx/11/ 2514-9333

-Nova Esperança: 0/xx/ 11/214-2350

-Pão de Açúcar, Extra e CompreBem:www.paodeacucar.com.br

-Sem Fronteiras: 0/xx/11/ 2249-1736

-Vitória da Penha: 0/xx/

11/2541-9298

-União: 0/ xx/11/2217-3850

-Ecopontos:www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/servicos/limpurb/ecopontos/index.php?p=4626

 

LÂMPADAS

-www.apliquim.com.br

-www.cec.com.br

-www.leroymerlin.com.br

-www.naturalisbrasil.com.br

-www.tramppo.com.br

 

ÓLEO

-www.anossaescola.org.br

-www.bioauto.com.br

-www.biobras.org.br

-Pão de Açúcar

- www.portoseguro.com.br

-www.trevo.org.br

-www.triangulo.org.br

 

ELETRÔNICOS

-CCE/USP:cedir.cce@usp.br

-Coopermiti:0/xx/11/ 3666-0849

-Drogaria São Paulo:www.drogariasaopaulo.com.br

-Lojas Pão de Açúcar, Extra, e CompreBemwww.santander.com.br

-Porto Seguro

 

REMÉDIOS ABERTOS/ FORA DA VALIDADE

-Drogaria São Paulowww.drogaraia.com.br

-Pão de Açúcar

Fonte: Folha.com por Mariana Desimone

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, �� indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...