O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Segurança

Condomínio invadido

50 unidades do mesmo empreendimento foram invadidas em 15 dias

Publicado em: quinta-feira, 28 de abril de 2016

População denuncia arrastão em condomínios às margens de lago

Segundo associação, 50 casas foram furtadas em 15 dias, em Goiás. Grades não impedem a ação dos criminosos, que levam até canoas.
 
Donos de imóveis às margens do Lago Corumbá IV, em Abadiânia, a 78 km de Goiânia, reclamam da falta de segurança na região. A Associação de Moradores do Portal da Serra declarou que, em 15 dias, 50 casas foram furtadas em três condomínios. Os ladrões levaram de alimentos a canoas.
 
“É prejuízo, eles roubam tudo. Para você ver, nessa casa aqui, entraram quatro vezes e roubaram tudo”, reclama o torneiro mecânico José Roberto dos Reis.
 
Os três condomínios da região contam com cerca de mil imóveis. A maioria das casas fica vazia durante a semana. Geralmente, os proprietários viajam para o lago durante feriados e finais de semana.
 
Cadeados e grades não evitam a ação dos criminosos. “Cheguei aqui e estava com os cadeados arrombados, a porta arrombada. Foram furtados o fogão, botijões de gás, alimentos”, relatou o servidor público Demis de Souza.
 
Por causa dos prejuízos, alguns proprietários decidiram não deixar nada de valor no local. “De maior valor, [eles furtaram] a canoa com a carretinha. Tudo que é de valor que estava aqui eu estou levando para casa e aqui esta ficando vazio. A gente ficou tão desgostoso que a gente está deixando tudo aberto porque o que tinha de roubar já foi roubado”, diz o representante comercial Adilson Rodrigues Júnior.
 
Devido aos crimes, um grupo de vizinhos resolveu se unir e fundar a associação de moradores. Eles reclamam da falta de policiamento na região. Por isso, a primeira medida será implantar um sistema de segurança na região.
 
“Estamos colocando segurança, guardas de proteção, vamos começar a preservar mais e olhar mais quem entra aqui hoje”, explicou o vice-presidente da associação, Akson Rogério de Souza.
 
A Polícia Militar disse que faz ronda na região, mas a área é muito grande e dificulta a ação. Além disso, de acordo com a corporação, muitas vezes os criminosos chegam pela água através de pequenas embarcações.
 
A PM informou que marcará uma reunião com os proprietários das casas em maio para discutir medidas de segurança. Uma das propostas da corporação é construir, com a ajuda dos moradores, um ponto de apoio da polícia no local.

Fonte: http://g1.globo.com

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...