O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Manutenção

Condomínio que desabou no ES

Entulhos e veículos serão retirados apenas em janeiro

Publicado em: quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Veículos e entulhos do Grand Parc serão removidos em janeiro de 2017

Escombros serão recolhidos na primeira semana de janeiro

O desabamento de parte da área de lazer do condomínio de luxo Grand Parc Residencial Resort completará cinco meses no próximo dia 19. O local composto por três edifícios continua interditado e apenas no ano que vem os entulhos do desabamento e os veículos que pertencem aos moradores serão retirados do local.

De acordo com o representante dos moradores, José Christo, ainda não há uma data definida para a retirada dos escombros.

“Nós sabemos que será na primeira semana de janeiro, mas ainda sem data certa. A remoção de todo o material e dos carros será realizada e, enquanto isso, não temos novidades sobre a perícia que está sendo realizada e os moradores continuam fora de seus apartamentos”, disse.

Ao todo 166 famílias estão impedidas de voltar para seus lares e, com a proximidade das festas de final de ano, elas passarão Natal na casa de parentes, amigos ou em hotéis onde estão instaladas. 

Já a Polícia Civil informou que o trabalho de perícia no Grand Parc ainda não foi concluído e não há uma nova previsão para o término e, no momento, não há novidades sobre o caso. 

Laudo

No dia 28 de agosto deste ano, foi divulgado um relatório técnico preliminar da MCA Estruturas que apontou diversas falhas de execução na montagem do posicionamento das armaduras e cordoalhas (cabelos de metal) que foram determinantes para o desabamento de parte da área de lazer do condomínio.

Na época, a construtora Cyrela considerou o relatório prematuro, devido o fato do laudo da Polícia Civil não ter sido concluído e emitido. 

O desabamento de parte da área de lazer do condomínio aconteceu na madrugada do dia 19 de julho deste ano. O porteiro Dejair das Neves, ficou desaparecido durante horas, mas foi encontrado morto debaixo dos escombros. 

Já o síndico do condomínio, Fernando Marques, quebrou o fêmur, uma costela e sofreu cortes no rosto. E os funcionários Alan, Braz e André tiveram ferimentos leves. 

Fonte: http://noticias.r7.com/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...