O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Administração

Condomínios clandestinos

Munício paranaense de Marechal Cândido Rondon alerta sobre o perigo

Publicado em: terça-feira, 11 de dezembro de 2012

ESTÁ SENDO REGISTRADA NO MUNICÍPIO UMA PROLIFERAÇÃO DE CONDOMÍNIOS CLANDESTINOS

Com a oferta de crédito fácil para a aquisição da casa própria, muitas são as oportunidades que surgem no dia a dia, o que requer cuidado de quem pretende adquirir um imóvel. A Secretaria de Coordenação e Planejamento de Marechal Cândido Rondon faz um alerta à comunidade sobre a proliferação no município de condomínios clandestinos, venda de imóveis na planta e construções em desacordo com o projeto.
 
Este tipo de problemas tem sido denunciado com frequência na prefeitura, afirma o secretário da pasta, Mauro Donha. No que tange a condomínios clandestinos, ele informa que corretores de imóveis e até mesmo proprietários de áreas particulares estão loteando chácaras fora da área urbana e vendendo lotes com preço abaixo de mercado até mesmo em sites na internet.
 
O que acontece, ressalta Donha, é que estes condomínios não são legalizados para fins residenciais e por isso não podem receber obras de infraestrutura nem ligações de água e luz. Em caso de construção, acrescenta ele, o proprietário não consegue o alvará de construção e, consequentemente, o Habite-se.
 
Donha diz que alguns imóveis neste tipo de condomínio clandestino estão sendo comercializados por até R$ 15 mil, totalmente fora da realidade de mercado. “O comprador deste tipo de imóvel deve estar consciente que o fato de estar adquirindo esta área não significa que a mesma fará parte do perímetro urbano futuramente”, alerta.
 
Um exemplo claro desta situação é uma notificação feita pela prefeitura ao proprietário de um destes condomínios e à empresa que elaborou o projeto.Segundo o engenheiro responsável pela empresa, o seu anteprojeto foi usado de forma irregular e colocado na internet pela empresa que pretendia comercializar os lotes, mesmo sem a legalização devida.

Fonte: http://www.opresente.com.br

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...