O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Ambiente

Condomínios sustentáveis

No Mato Grosso, mercado oferece mais produtos com esse diferencial

Publicado em: quinta-feira, 19 de julho de 2012

Mercado imobiliário mato-grossense aposta em sustentabilidade

Preservação ambiental aliada ao bem estar humano. Este é um dos conceitos de sustentabilidade que têm pautado os grandes empreendimentos imobiliários em Mato Grosso. Na Capital, condomínios como o Florais, e no interior, como o Cidade Jardim, em Sorriso, já seguem essa tendência mundial.
 
“A sustentabilidade é um conceito que veio para ficar e nosso Estado tem acompanhado essa tendência”, comenta Júlio César de Almeida Braz, sócio-diretor da Ginco Empreendimentos Imobiliários.
 
Diversas ações neste sentido já foram adotadas pela empresa, como o reaproveitamento da água e o uso de sistemas inteligentes de consumo; a não utilização de madeira; a implantação de coleta seletiva de lixo e o uso de produtos mais leves.
 
Assim como na Capital, os grandes empreendimentos imobiliários no interior do Estado também estão adotando conceitos de sustentabilidade. Em Sorriso, por exemplo, o loteamento Cidade Jardim, da empresa Benterra Incorporação Imobiliária, tem como objetivo principal oferecer qualidade de vida e estimular a aproximação do homem com a natureza.
 
Com esta meta, o empreendimento, que está em fase de construção, oferece lotes de 500 a 1.200 m², dentro de um exuberante projeto urbanístico e paisagístico do renomado arquiteto-paisagista, Benedito Abbud. Tendo a sustentabilidade como norma, toda a área do condomínio, cerca de 45 hectares, contempla diversas ações de caráter sustentável.
 
No Cidade Jardim serão feitos o tratamento de esgoto sustentável; coleta seletiva do lixo, convertendo-o em lucro para o condomínio; uso de biocanaletas gramadas que recebem as águas pluviais na moldura verde do empreendimento e o tradicional reuso da água, para irrigação e lavagens das áreas comuns.
 
Segundo Abbud, empreender ações para salvar o planeta é importante, mas é preciso garantir as pessoas formas de viver e conviver de maneira saudável. “Mais do que sustentabilidade ambiental, nossa preocupação é também com as pessoas que vão morar no condomínio”, destaca o arquiteto.
 
Segundo dados, o setor de empreendimentos imobiliários dentro do Brasil está em plena expansão, mas atualmente, apenas 1% deste mercado está efetivamente se estabelecendo de forma sustentável. Mas apesar do número ainda reduzido de empreendimentos que promovem a sustentabilidade, o Brasil já ocupa a quarta posição dentro do ranking mundial, segundo o órgão certificador, Green Building Concil (GBC).
 

Porém, esta posição deve aumentar ainda mais, já que de acordo com pesquisa realizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), o interesse por adquirir imóveis “verdes” tem crescido no Brasil: o número que já era alto em 2010, representado por 80% dos entrevistados, subiu para 94% no ano passado. Isso mostra que há uma elevação do nível de conscientização dos consumidores, em busca de um espaço melhor para se viver. 

Fonte: http://www.olhardireto.com.br

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...