O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Ambiente

Conta de água

Individualização de hidrômetros traz vantagem para edifício em Salvador

Publicado em: quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Conta de água individual reduz condomínio em 75%; veja mais vantagens

A individualização em prédios antigos tem custos, já que depende da contratação de profissionais habilitados para mudar projeto hidráulico
 
Há cerca de dois meses, os moradores do edifício Castro Neves, localizado no bairro de Brotas, em Salvador, decidiram acabar com a injustiça no pagamento da conta de água do condomínio. Sob a coordenação do síndico Lúcius da Silva Matos, decidiram substituir o tradicional sistema de rateamento da conta de água sobre a taxa do condomínio pela medição individualizada do consumo em cada apartamento. O resultado, expresso em números, foi uma satisfação generalizada.
 
O primeiro efeito positivo foi a redução imediata do valor pago pelo condomínio. Antes de individualizar a medição da água, a taxa era de R$ 200 mensais e estava prestes a sofrer um reajuste para R$ 250. Depois de implantar o novo sistema, o condomínio passou a custar apenas R$ 50 por mês, uma queda de 75% sobre a taxa antiga.
 
"Quase 90% do valor do condomínio era só com água", lembra Matos.
 
Ele comemora os resultados. "O resultado foi muito positivo. Cada um vai pagar aquilo que consome. Além disso, ficou muito mais fácil de identificar vazamentos, defeitos na tubulação do prédio, etc. Um mês depois de implantado o processo, a gente conseguiu ver que o condomínio estava desperdiçando nada menos que 60 mil litros de água por mês. Agora, estamos orçando para comprar um tanque novo", conta. 
 
Com a individualização da medição, os condôminos passam a pagar apenas pela água que consomem em seu apartamento e apenas o pagamento da água usada nas áreas comuns do condomínio é rateado. Segundo Matos, o novo modelo tem motivado as pessoas a economizar em casa, a trocar equipamentos com defeito e a corrigir vazamentos.
 

Custos

 
Obrigatória para novos empreendimentos em Salvador, a individualização da conta de água em prédios antigos tem custos, já que depende da contratação de profissionais habilitados para realizar mudanças no projeto hidráulico dos prédios. "Em prédios ou condomínios menores, onde deve ser implantado o chamado sistema de gravidade, o custo por apartamento varia de R$ 750 a R$ 900", calcula Diego Santana, proprietário da empresa Aqua Individualize, uma das que prestam o serviço em Salvador.
 
"Já em prédios ou condomínios maiores, deve ser implantado um sistema de medição remota por fiação ou rádio, que custa de R$ 1,2 mil a R$ 1,5 mil por apartamento". A instalação do processo deve seguir orientações específicas da Embasa.
 
A forma de pagamento pelos serviços e a origem dos recursos devem ser discutidas em cada caso, de acordo com o regimento interno de cada condomínio, mas geralmente os proprietários dos apartamentos ou casas devem arcar com os custos das obras realizadas no interior do seu imóvel.
 
A professora aposentada Leda Koletzke, moradora do edifício Oásis, na Pituba, também tem boas histórias para contar sobre a individualização da conta de água realizada no seu condomínio. "Ficou muito melhor, Ave Maria!", comemora. Com consciência ecológica e ciente dos benefícios para o próprio bolso, ela controla a quantidade de água que sai da bomba do prédio até o seu apartamento apertando o registro e reduzindo o fluxo de água que sai das torneiras e chuveiros. Com isso, o desperdício é reduzido e a conta vem barata: enquanto alguns dos seus vizinhos pagam até R$ 100 por mês, sua conta vem cerca de R$ 40, incluindo taxa de esgoto (ela mora com o marido e um sobrinho). 
 
Antes da individualização, os condôminos pagavam uma conta conjunta com estabelecimentos comerciais localizados na parte de baixo do edifício que chegava a aproximadamente R$ 4 mil mensais.
 
"Como o consumo era alto e nem todo mundo pagava em dia, tinha o corte de água que afetava todo mundo", lembra. Com a individualização da água, a conta geral foi reduzida a R$ 1,7 mil, uma queda de 57,5%. 
 
O valor da taxa de condomínio, de R$ 200, não diminuiu nem aumentou, porque os moradores optaram por fazer uma reserva e, com isso, reformar todo o edifício. "O prédio estava quase desabando", recorda o síndico Erweuter Volkart. "Tudo o que a gente arrecadava era praticamente só para a conta de água. Não sobrava para coisas simples, como a manutenção da fiação elétrica, por exemplo. Com a mudança, a gente recuperou a capacidade de investimento do condomínio". Do teto ao piso, o condomínio passou por uma verdadeira transformação sem aumentar a taxa mensal paga por cada morador.
 

Serviço ruim

 
O resultado da experiência no edifício Itaperuna, localizado no Garcia, não foi o mesmo. O síndico Joselito Nicácio da Silva, responsável por mobilizar os condôminos para a individualização das contas de água, tem ouvido muitas reclamações. "A empresa que contratamos não prestou um serviço adequado", conta.
 
Segundo ele, foram identificadas várias incompatibilidades entre o consumo registrado nos hidrômetros individuais e os valores exibidos no controlador central, localizado na portaria do prédio. "Diante disso, nós procuramos a empresa que realizou as obras para corrigir o serviço, mas eles se negaram a vir olhar. Só aceitam vir se pagarmos para isso", relata.
 
Com a insatisfação, Silva e os outros condôminos já estão avaliando a possibilidade de contratar um advogado e abrir um processo na Justiça contra a empresa. Cada morador desembolsou R$ 1,3 mil para a realização das obras.
 

CONHEÇA AS VANTAGENS

 
1) Rateamento justo 
Sem a individualização, todos os condôminos dividem a mesma conta, independentemente do consumo, o que gera injustiças. Com a medição individualizada, cada um paga pelo que consome
 
2) Conta menor
Pagar uma conta menor passa a depender apenas de cada condômino. Quem mora sozinho e trabalha fora o dia todo, provavelmente, pagará a taxa mínima, gerando economia
 
3) Vazamentos 
Com a medição coletiva, vazamentos e irregularidades são identificados apenas quando o valor da conta de água geral vem muito alta, mas não dá para saber de onde vem a irregularidade. Com a medição individualizada, identificar irregularidades e corrigi-las fica muito mais fácil
 
4) Redução do desperdício 
Com o pagamento individual da conta de água, os "desperdiçadores" de plantão passarão a economizar água ao perceber que dói no bolso. Estudos mostram que a individualização gera redução média de 30% do consumo
 
5) Condomínio barato 
Calcula-se que entre 70% e 80% do valor das taxas de condomínio corresponda apenas à conta de água. Com a redução do consumo, o valor da taxa do condomínio cai bastante
 
6) Fim da inadimplência
Com o condomínio mais barato, os níveis de inadimplência são reduzidos, o que evita o aumento da taxa para suprir despesas não pagas pelos caloteiros
 
7) Valorização 
O imóvel com medição individual ganha valor de mercado. A água individualizada tem se tornado exigência de  clientes

Fonte: http://www.correio24horas.com.br

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...