O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Segurança

Contra fogo

Empresa lança extintor menor mas com capacidade similar

Publicado em: terça-feira, 16 de dezembro de 2014

KIDDE LANÇA EXTINTOR TRIO ABC CONTRA PRINCÍPIOS DE INCÊNDIOS PARA EDIFÍCIOS COMERCIAIS E RESIDENCIAIS

Novo extintor atende as três principais classes de incêndio - ABC, é econômico e pesa somente 3,2 kg

A Kidde – uma das maiores fabricantes de extintores do mundo -  acaba de lançar o extintor TRIO ABC que combate princípio de incêndio das três principais classes de incêndio A, B e C, em um único produto.  Possui design compacto, manuseio fácil e preço competitivo.  Chegou para ganhar espaço, segurança e modernidade.

Um dos objetivos é trazer maior segurança para o usuário,  eliminando o risco de um extintor classe A ser usado acidentalmente para um incêndio classe C, que pode resultar em choque elétrico com sério ferimentos para o usuário. O TRIO ABC reduz o tempo de combate ao princípio de incêndio, porque o operador não necessita escolher o tipo de extintor a ser utilizado. É mais econômico, fácil de operar, pesando apenas 3,2 kg e tem um ano de garantia. Indicado para edifícios comerciais e residenciais.   Atualmente a maioria dos projetos de proteção que envolve extintores de incêndio prevê o emprego de dois extintores: um específico para combater ao incêndio de classe A e outro para classes B e C.  Projetos com estas características, apesar de atenderem as normas, podem deixar dúvida na hora de escolher o extintor a ser utilizado. Além disso, o extintor à base de água tem peso total médio de 14 kg, o que pode dificultar a ação do operador.   O extintor TRIO ABC chegou para inovar o mercado, com capacidade extintora (2-A: 20B:C) equivalente aos projetos convencionais,  cerca de 17kg a menos e ainda com o mesmo nível de custo dos projetos convencionais. **Consulte a legislação vigente no seu estado para verificar a exigência da capacidade extintora, quantidade ou carga do extintor de incêndio.   SOBRE INCÊNDIOS NO BRASIL De acordo com estudo do Ministério da Ciência e Tecnologia, em parceria com Instituto de Pesquisas Tecnológicas de São Paulo (IPT), apenas 14% dos 5570 municípios do país têm bombeiros. Há em torno de 4,8 mil cidades sem este serviço público. Conforme dados do Governo Federal, em média acontecem 200 mil incêndios por ano no Brasil. São mais de 500 por dia. Este incêndio tem diversas causas, mas independente de qual é a causa, o extintor de incêndio é um dos itens mais importantes no combate do incêndio.

PREVENÇÃO DE INCÊNDIO E USO EXTINTORES

Antes de usar um extintor de incêndio, preste atenção aos seguintes pontos:

- É muito importante comprar extintores de empresas idôneas. Todo extintor deve ter o selo do INMETRO. - Certifique-se que o extintor está dentro da validade e que não foi adulterado - Se o extintor estiver amassado, com sinais de ferrugem ou violação, recuse-o. Extintor falsificado ou danificado não fornece segurança. - O manômetro indica a pressurização e deve estar no verde.  Não compre extintor se o ponteiro estiver na faixa vermelha. - A manutenção e recarga de extintores devem ser realizadas por empresas especializadas e com certificação do Inmetro.  Verifique se após a inspeção a empresa colocou o anel de identificação no gargalo, exigido pelo INMETRO, informando a data da realização do trabalho, além do selo do Inmetro no produto.  

EVITANDO ACIDENTES EM EDIFÍCIOS RESIDENCIAIS E COMERCIAIS

Não jogue bitucas de cigarro pela janela. Apague o cigarro antes de jogá-lo fora. Apague sempre os palitos de fósforos antes de jogá-los fora. Nunca apoie velas sobre caixas de fósforos nem sobre materiais  combustíveis. Não fume em locais proibidos. Não utilize a casa de força, casa de máquinas de elevadores e casa de bombas do prédio como depósito de materiais e objetos. Não ligue mais que um aparelho por tomada e nem faça ligações provisórias. Fios descascados quando encostam um no outro, provocam curto-circuito e faíscas. Verifique sempre vazamentos em botijões de gás e se seu estado físico está em boas condições. Ao sentir cheiro de gás, não ligue ou desligue a luz nem aparelhos elétricos e ventile a área. As portas corta-fogo não devem ter trincos ou cadeados. Conheça a rota de fuga de seu edifício, para que possa utilizá-la em caso de emergência. erifique sempre se o acesso ao extintor e demais equipamentos de proteção contra incêndio estão desobstruídos   COMO REAGIR EM CASA DO INCÊNDIO

Se um incêndio ocorrer, siga os passos abaixo para segurança 1. Mantenha calma e ligue para os Bombeiros – 193. 2. Dirija-se imediatamente para as saídas de emergência. 3. Nunca suba escadas. 4. Não utilize o elevador. 5. Caminhe com o corpo curvado ao chão, abaixo da fumaça. 6. Não volte para o foco de incêndio para resgatar outra pessoa. Esta ação deve ser realizada por um profissional. Sua volta pode ser fatal. 7. Não tente combater o incêndio caso tenha tomado proporções que coloquem a vida ou fuga em risco. A evacuação do local deve a primeira prioridade.

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...