O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Jurídico

Coondomínios populares

MPF quer melhorias em empreendimento já entregue no Sul

Publicado em: segunda-feira, 7 de julho de 2014

MPF em Canoas discute problemas em condomínio financiado pela Caixa

A Procuradoria da República em Canoas realizou nova reunião para discutir  problemas relativos a condomínios financiados através do programa Minha Casa Minha Vida. Dessa vez, moradores do condomínio Ilha das Garças estiveram na reunião, em companhia de representantes da AES Sul, Corsan, Caixa Econômica Federal, Secretaria de Habitação de Canoas e também da administradora atual do condomínio, a Promark, e da construtora RSchaeffer.
 
O procurador da República Pedro Antônio Roso mediou o encontro, que buscou resolver os problemas através do diálogo entre as partes presentes. Entre o que foi discutido, moradores relataram vícios construtivos – excesso de umidade, quando há limpeza da caixa d'água ocorre alagamento no apartamento que fica abaixo da mesma – e aproveitaram para entregar aos representantes da construtora uma pasta com cerca de duzentas reclamações para que se tomem providências.
 
A AES Sul aproveitou a ocasião para explicar a Tarifa Social, bem como a Corsan. A Corsan, inclusive, informou aos moradores que a Tarifa Social da água estará disponível a todos os usuários do Minha Casa Minha Vida a partir deste mês de julho.
 
Ao final, ficou acordado que a construtora tem 60 dias de prazo para consertar o que for “vício construtivo” no condomínio. O procurador da República também irá expedir recomendação para a Prefeitura de Canoas realizar a limpeza interna das áreas comuns do condomínio.

Fonte: http://www.jornalcorreiodenoticias.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...