O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Manutenção

Desabamento em Fortaleza

Um mês depois do acidente, ainda não há data para retorno para casa

Publicado em: segunda-feira, 6 de abril de 2015

Um mês após acidente, reparos no edifício Versailles estão em estudo

Hoje faz um mês desde que caiu uma varanda do Edifício Versailles, no Meireles. Recuperação do prédio ainda passa por avaliação. O acidente vitimou duas pessoas e fez com que sete famílias precisassem sair de casa
 
Um mês depois do desabamento de uma das varandas do Edifício Versailles, no Meireles, equipe de técnicos contratada pela administração do condomínio estuda projetos para recuperação do prédio. A informação é do coordenador da Defesa Civil de Fortaleza, Cristiano Férrer. O acidente resultou na morte de dois homens que trabalhavam em obra na varanda e deixou as sete famílias que moravam no prédio sem a chance de voltar para casa. A interdição não permite nem o recolhimento dos pertences deixados às pressas. 
 
À época em que ocorreu o desabamento, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Ceará (Crea-CE) elaborou laudo técnico recomendando, em caráter emergencial, a contratação de engenheiro civil para “avaliar a estrutura da edificação e realizar os projetos de escoramento e de recuperação/reforço estrutural”.
 
Para Victor Holanda, advogado do condomínio, o estudo feito pelo Crea não foi suficiente. Por isso, a equipe contratada para fazer o projeto de recuperação pretende avaliar, também, a causa do desabamento. De acordo com o advogado, as famílias só poderão voltar após a entrega dessa avaliação e de ser feito o escoramento do edifício - processo que deve demorar, pelo menos, 60 dias.
 
Embora afirme não haver relatório que defina o que, de fato, ocasionou o desabamento da viga, Holanda defende que o problema foi originado na construção do prédio, que seria irregular, feita pela construtora Mendonça Aguiar. “O projeto executado foi diferente do que foi aprovado pela Prefeitura”, censurou.
 
Conforme O POVO publicou na edição de 11 de março, a construtora diz que o Habite-se do Versailles é de 1986 e que a administração e a responsabilidade cabem ao condomínio desde então. “Neste período, a construtora não recebeu qualquer comunicado apontando vícios ou irregularidades”, comunicou a empresa.
 
Victor Holanda disse que, regularmente, estão sendo feitas reuniões com representantes da construtora e que eles estariam solicitando que os moradores renunciassem ao direito de ação contra a empresa.
 
“Os moradores não aceitam. Eles não querem nem voltar para o edifício, traumatizados com o que aconteceu”, afirmou o advogado.

Abandono

 
O POVO foi ao Versailles na manhã de ontem e constatou que a estrutura física do prédio ainda apresenta indícios de infiltração e já soma sinais de abandono. Abordado pela equipe de reportagem, um funcionário da portaria apontou para a faixa de interdição e disse que, fora os empregados, ninguém está autorizado a entrar no edifício.
 
No prédio, segundo o advogado Victor Holanda, ficaram veículos, documentos, roupas, móveis e outros pertences dos condôminos. Os materiais devem levar ainda cerca de dois meses para retornarem às mãos dos donos.

Fonte: http://www.opovo.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...