O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Convivência

Dia do síndico

Veja as principais características necessárias para exercer a função

Publicado em: quarta-feira, 14 de novembro de 2012

 Síndicos exercem papel importante para os condomínios

Além de administrar o empreendimento, os síndicos devem resolver conflitos no dia a dia. 
 
No dia 30 de novembro será comemorado o Dia do Síndico. Esta é uma profissão que ninguém escolhe: é escolhido por ela. Algumas características fundamentais para exercer este cargo são paciência, senso de justiça, organização e honestidade. “O síndico é a pessoa que vai responder por todos os problemas do condomínio, buscar soluções que agradem gregos e troianos, administrar conflitos e cuidar da saúde financeira de um patrimônio compartilhado por várias pessoas”, afirma Bárbara Silva Freitas, responsável pela área financeira e administrativa da PRIMAR Administradora de Bens. 
 
São muitas as responsabilidades de um síndico – contratar funcionários, efetuar pagamentos, prestar contas, recolher tributos, fazer previsão para o orçamento e comunicar a realização de assembléias aos condôminos são apenas alguns exemplos.
 
“Ele é designado para exercer a administração interna e externa do condomínio. Suas atividades são delimitadas pela convenção, regimento interno e legislações. O objetivo é garantir que o serviço prestado seja de qualidade e não haja má fé e atos ilícitos ao exercer o cargo”, destaca. 
 
Bárbara aponta que antes o síndico não era considerado um profissional. Quem se candidatava ao cargo normalmente tinha algum tempo livre, como aposentados, ou se candidatou por falta de opção, já que alguém tem que estar à frente do condomínio. “Hoje existem muitas opções. A PRIMAR oferece o serviço de administração condominial, o que facilita a gestão do empreendimento, assegura confiabilidade e segurança nos serviços prestados. Há também as pessoas que se profissionalizam para serem síndicos, aumentando a qualidade das atividades realizadas”, acredita. 
 
O condomínio pode ser comparado a uma empresa, que tem deveres a cumprir e precisa de atenção a sua gestão. O síndico deve estar sempre atento a todos os detalhes e é importante que ele mantenha contato com os moradores. “O relacionamento com os condôminos é fundamental, mas existem limites. Todos devem ser tratados de maneira igual, sem existir situações de favorecimento em detrimento do direito de outras pessoas. Não é necessário ter amizade, mas uma relação de respeito e confiança ajuda na hora de tomar decisões e chamar os condôminos para participar das assembléias”, enfatiza. 
 
Muitas vezes o síndico se vê em uma situação na qual é necessário mediar conflitos entre vizinhos. Som alto ou ruídos em horários que não são permitidos, animais de estimação e problemas nas vagas da garagem são motivos para ocorrer desentendimentos. “O primeiro passo é recorrer ao que está estabelecido na convenção ou no regimento interno. Se não houver nenhuma menção ao problema, então o síndico deve buscar a melhor solução para o caso, sempre levando em consideração que as duas partes devem ser beneficiadas e todos terão que ceder um pouco’, acrescenta. 
 
Uma das responsabilidades que podem dar mais trabalho – e que é de extrema importância – é em relação à documentação da edificação. Os documentos exigidos pelo poder público e previstos na legislação devem estar em dia. “Licenças, contratos, documentos financeiros como prestação de contas e outros balanços tem que ter fácil acesso e estarem organizados. Desta forma de houver algum tipo de fiscalização tudo estará em ordem. As atas das assembléias também devem ser guardadas adequadamente para que possam ser consultados quando necessário”, aponta. 
 
Os síndicos devem gerir ainda as benfeitorias em áreas comuns. A definição das obras e melhorias necessárias são feitas em assembléia, com a participação dos moradores, mas a verificação do andamento das obras é feita pelo síndico. “Atuar como síndico é como atuar em qualquer outra área profissional. Há atividades mais complicadas e outras que dão mais prazer. No que diz respeito a legislação trabalhista os síndicos tem os mesmos direitos que os outros trabalhadores. Pelo belo trabalho que fazem a PRIMAR parabeniza a todos os síndicos nesta data especial”, finaliza. 

 

Fonte: http://www.pautas.incorporativa.com.br

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...