O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Manutenção

Estragos da chuva

Condomínios em Buritis (BH) ficam apreensivos com deslizamento próximo

Publicado em: quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Síndicos ligam o alerta no Buritis depois de deslizamento

Bairro é tido como um dos mais críticos para a ocorrência de deslizamentos. Administradores de prédios vizinhos ao que teve térreo interditado se mobilizam para verificar drenagem

Mais um desmoronamento de estrutura de um prédio construído em local acidentado no Buritis, na Região Oeste de Belo Horizonte, acende o alerta sobre as condições dos terrenos no bairro e a frequência de manutenções nos sistemas de drenagem desses imóveis.

A atenção vale porque, segundo a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec), o Buritis é o bairro da cidade historicamente mais crítico para a ocorrência de deslizamento de encostas e, consequentemente, de acidentes e prejuízos. Depois do deslizamento do talude do Edifício Tarumã, na Rua Tito Guimarães, que atingiu o muro de arrimo do vizinho Mont Blanc, na Rua Iracy Manata, o órgão voltou a convocar moradores do bairro para avaliarem a situação dos sistemas de drenagem dos prédios e residências.

“A responsabilidade na prevenção de desastres é de todos. E nas áreas particulares, cabe ao morador fazer a limpeza de calhas, verificar entupimento de canos, ralos e caixas, e do sistema de drenagem como um todo”, afirma o coordenador da Comdec, coronel Alexandre Lucas.

O deslizamento no Buritis já mobilizou síndicos de edifícios vizinhos que estão, via redes sociais, traçando estratégias para evitar problemas estruturais em seus imóveis. Um deles, o engenheiro eletricista Alessandro Ferreira Lima, de 41 anos, é morador da Rua Tito Guimarães.

Ele conta que, logo após saber do ocorrido no muro de arrimo do prédio vizinho, já marcou uma visita do vistoriador da construtora no edifício para avaliar se o sistema de drenagem está em boas condições.

“Fiquei muito preocupado. Nós, moradores do prédio e também da rua, estamos conversando em grupos de WhatsApp sobre a necessidade de fazer essa manutenção preventiva”, diz.

Ele conta que também vai conversar com o síndico do edifício que faz fundos com o imóvel onde mora para juntos avaliarem a captação da água da chuva. “O prédio, que é um conjunto de quatro torres, recebe parte da água que desce daqui.

Se ele estiver tendo qualquer problema para essa drenagem vou tentar resolver isso junto para evitar problemas futuros”, afirma, destacando a importância do alerta da Comdec.

“É um chamado muito válido, porque nem sempre o morador se atenta para uma questão tão essencial, especialmente em uma área de terreno acidentado como é o Buritis.”

Síndica do Edifício Mont Blanc, a farmacêutica Adriana Cacciari Zapaterra, de 56, também informou que vai procurar o prédio vizinho de fundos, de onde a encosta cedeu, para definirem o que será feito em relação à queda do muro de arrimo e a todos os prejuízos decorrentes do acidente.

“Cheguei hoje de viagem e vou me atualizar do laudo da Defesa Civil e procurar o condomínio vizinho para resolver esse problema”, conta.

Já o síndico do Edifício Tarumã, André Carvalho, adianta que acionou o seguro e que a reconstrução será feita de forma amigável. Ele disse que todo o sistema de drenagem do prédio está em dia e que foi feita uma reforma há cerca de duas semanas.

Ontem, a Comdec vistoriou novamente o edifício Mont Blanc. O prédio foi parcialmente interditado anteontem depois que o muro de arrimo de um prédio de grande porte localizado na Rua Tito Guimarães, via paralela à Iracy Manata, cedeu.

Do total de 10 apartamentos, cinco foram desocupados imediatamente pelo Corpo de Bombeiros, mas quatro foram liberados no fim da tarde, depois de uma avaliação de risco. Permanece interditado o apartamento térreo, o mais atingido pela grande quantidade de terra que desceu pelo barranco localizado nos fundos do Edifício Tarumã.

As áreas de lazer de dois prédios laterais, vizinhos ao Mont Blanc, também continuam interditadas, de acordo com a Defesa Civil.

De acordo com a Comdec, o terreno está estável e o risco de deslizamento está sendo monitorado. Uma grande lona preta foi colocada no local para evitar que a chuva encharque ainda mais a encosta.

Dona do apartamento do térreo, a artesã Elisabeth Lemguber conta que comprou o imóvel há pouco mais de um ano, quando o reformou todo. A área externa, onde havia bar e churrasqueira e cobertura de vidro, foi totalmente destruída. O restante dos cômodos foi tomado por entulho, barro e concreto.

Elisabeth não sabe quando poderá retomar a casa nem quem vai arcar com os custos da limpeza e das perdas.

“São 10 centímetros de altura de lama no apartamento todo. Tapetes e vários móveis foram perdidos”, conta. Mas ela não se deixa abater: “Pode ocorrer com qualquer um. Será só um tempo de desconforto e um prejuízo material, dos quais vou me recuperar com certeza”.

OUTRAS ÁREAS

O alerta da Defesa Civil vale para a cidade toda, mas além do Buritis, outros bairros de Belo Horizonte estão prioritariamente no radar do órgão. São Bento, Sion, São Lucas, Anchieta, Santa Lúcia, Caiçara, Padre Eustáquio, Castelo, Ouro Preto e Sagrada Família são áreas que têm em comum o relevo acidentado e o modelo construtivo. “São construções que precisam de muros para contenção de encostas. E essas obras nem sempre são bem executadas ou então não passam por manutenção adequada e constante”, alerta Alexandre Lucas.

Fonte: http://www.em.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...