O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Eventos

Ética e transparência

Evento em SP discutiu como esses valores se inserem na gestão condominial

Publicado em: quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Administradores debateram Ética e Transparência na Gestão de Condomínios, no CRA/SP

A apresentação abordou aspectos como a importância do papel do síndico na gestão; os principais conflitos gerados pela falta de transparência e a importância do planejamento
 
O CRA-SP sediou, no último dia 1º, a palestra Ética e Transparência na Gestão de Condomínios, ministrada pela administradora Rosely Benevides de Oliveira Schwartz. O evento, que contou com um público de cerca de 150 pessoas, foi o marco da criação do Grupo de Excelência em Administração de Condomínios do CRA-SP, cuja coordenação é feita pela palestrante.
 
A apresentação abordou aspectos como a importância do papel do síndico na gestão; os principais conflitos gerados pela falta de transparência; a importância do planejamento, da comunicação, da ética e da transparência nas prestações de contas; e as contribuições do CRA-SP para a gestão dos condomínios.
 
Rosely explicou que atualmente 19 milhões de pessoas vivem em condomínios no Brasil, e que a expressividade desse número já é suficiente para demonstrar a importância de uma boa gestão para que essas pessoas possam viver com tranquilidade.
 
"A manutenção desses condomínios é necessária, e isso é um trabalho de administração", afirmou.
 
Ainda de acordo com a palestrante, condomínios são células da sociedade. "Um condomínio pode ser comparado a uma Prefeitura, por exemplo. E o síndico seria o prefeito. É preciso controlar caixa, administrar, lidar com conflitos e interesses coletivos", disse. Para ela, uma boa gestão de condomínios é também um exercício de cidadania. 
 
A palestra enfatizou bastante a necessidade de o síndico contar com uma empresa administradora, para profissionalizar a sua gestão. O apoio de quem tem experiência no ramo é fundamental.
 
"Não dá mais para ser amador em uma gestão de condomínios, porque o síndico tem muitas atribuições. O síndico precisa entender a expectativa dos moradores e traçar objetivos", explicou.
 
Além disso, atualmente o gestor de um condomínio tem que conhecer a legislação, já que lida, inclusive, com contratação de funcionários terceirizados (segurança, faxina, manutenção etc). Ele também precisa ter familiaridade com normas e regulamentos, pois é comum condomínios terem estatutos internos atualmente.
 
"Por isso, o gestor de condomínios precisa entender os princípios básicos da administração: planejamento, organização, direção e controle", finalizou.

Fonte: http://www.administradores.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...