O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Convivência

Final de ano

Festas podem trazer flexibilização de regras, sempre com bom senso

Publicado em: segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Especialista dá dicas para evitar brigas em condomínios nesta época

Fim de ano, festas e barulho. Quem mora em condomínio sabe que as comemorações dessa época podem acabar em briga.
 
Fim de ano, festas e barulho. Quem mora em condomínio sabe que as comemorações dessa época podem acabar em briga. Por isso, nós fomos ver como os síndicos estão trabalhando para evitar as confusões.
 
Dois prédios grandes, 360 apartamentos, 1,5 mil moradores, parque infantil, piscinas, quadras de esportes e segurança 24 horas. Paz que parece intocável. Mas na rotina de um condomínio nada é parecido com o fim do ano.
Férias da garotada, os parentes chegando para uma temporada e as visitas que vêm só para passar o dia. Aí vida fica mesmo diferente. Para enfrentar tanto movimento o síndico, Marco Aurélio, há seis anos, se municia com o regulamento do condomínio.
 
“Os visitantes muitas das vezes acham que não estão adequados dentro das normas. E isso é a maior dificuldade porque os moradores me cobram isso também. Tem algumas condutas que a gente não abre mão. As festas têm horário para terminar, a gente respeita o horário das festas. O uso da piscina: é obrigatório mesmo para os visitantes o exame médico”, explica o síndico.
 
A moradora acha que a fiscalização rígida das normas é bem vinda. “Não dá para aceitar todo mundo que vem aqui, com diferentes hábitos, então eu acho que tem que ter certa segurança, principalmente na piscina. O número de carros, a velocidade que entra, no volume do som de festas, assim por diante. Não dá para receber este número grande de pessoas sem ter algum tipo de controle”, explica Magda Medeiros, veterinária.
 
E a gaúcha, que acabou de chegar para umas férias na casa de parentes? Será que aprova? “Se for para o bem de todos, e o nosso também, inclusive, é o certo fazer”, diz Barbara Lignon.
 
A preocupação maior é com a segurança nesta época do ano. O Sindicato da Habitação do Rio preparou até um guia com as recomendações básicas. E a principal é como manter protegidos os moradores e os visitantes.
“Aumenta muito o número de circulação no condomínio, então os porteiros têm que estar atentos. A atenção tem que ser redobrada”, afirma Ronaldo Coelho Netto.
 
O Doutor Marcio, especialista em condomínio, diz que não pode faltar bom senso para a boa convivência nessa época. “Nesse momento de festa, é hora de flexibilizar um pouco, de ter um pouco mais de tolerância. O síndico precisa manter o controle: ele libera o horário, deixa o pessoal fazer festa, mas se perceber algum abuso tem que ir lá colocar regra".
 
Segundo Márcio, o síndico deve deixar a festa rolar até umas 02h da manhã, mas sem excesso de álcool. “É preciso equilibrar quem quer fazer festa e quem quer descansar”, explica.

Fonte: http://g1.globo.com

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...