O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Administração

Gasto com água

Conta tem ficado cada mês mais cara para os condomínios

Publicado em: quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Com fim do bônus, gasto com água em condomínios de SP aumenta

Com o fim da sobretaxa e do bônus nas contas de água e esgoto da Sabesp, além do reajuste nas tarifas em 2016, as despesas dos condomínios da capital paulista aumentaram 25,35%  em 12 meses.

Segundo dados da AABIC (Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo), em novembro passado, o gasto médio por prédio chegou a R$ 3.296, ante R$ 2.629 em igual mês de 2015.

“A despesa só vem aumentando mês a mês após a recuperação dos reservatórios”, afirma o diretor de condomínios da entidade, Omar Anauate, que cita ainda o reajuste de 8,40% no valor das tarifas, em maio.

Com isso, a conta de água está pesando mais nos custos mensais dos condomínios. A participação dessa despesa na conta total passou de 6,53% para 7,35% em 12 meses.

Anauate afirma que o controle de consumo de água só é mais eficaz com a conscientização dos moradores e treinamento de funcionários.

“Muitos condomínios fazem inspeção das  unidades para verificar se não há vazamentos. Em relação a áreas comuns e externas, o ideal é treinar a equipe para que, por exemplo, usem menos a mangueira”, diz.

O diretor da AABIC lembra ainda que a tarifa cobrada muda de acordo com o volume consumido.

“Se dois ou três apartamentos relaxam e extrapolam, o restante do prédio vai ser punido”, afirma.

A água foi o gasto que apresentou a maior alta em 12 meses entre as despesas dos condomínios de São Paulo. Na sequência, estão itens como benefícios e  gastos administrativos e eventuais, com aumentos acima de 20%. No total, as despesas subiram 11,39% no período.

Só entre outubro e novembro, as despesas condominiais subiram 9,20%. Os custos com pessoal, que aumentaram 15,07%, e encargos sociais (8,92%) representam a maior parte dos gastos.

Segundo o índice calculado pela entidade, o valor dos condomínios de São Paulo apresentou alta 9,07%  no mês, devido a despesas típicos da época, que incluem aumento significativo da folha de pagamento e recolhimento de encargos.

Com a variação do mês, a conta acumula alta de 7,78% nos últimos 12 meses, próxima à inflação medida pelo IGP-M no período, de 7,13%. 

Fonte: http://www.metrojornal.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...