O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Administração

Greve no Paraná

Secovi diz que se esforçou para entrar em acordo com sindicarto

Publicado em: quinta-feira, 15 de março de 2012

Secovi rebate e diz que acordo não saiu por intransigência do sindicato dos porteiros

 
A presidente do SECOVI – PR, SINDICATO DA HABITAÇÃO E DOS CONDOMÍNIOS, Liliana Tavarnaro, rebateu hoje (14) em entrevista ao vivo na Banda B, todos os argumentos apresentados pelo presidente do Sindicon – Sindicato dos Empregados em Condomínios do Paraná, Helio Rodrigues, em entrevista no dia anterior, também no Jornal da Banda B 1 ª edição. Segundo Liliana, o reajuste da data-base que deveria ter ocorrido em outubro, só não aconteceu até agora por intransigência do Sindicon.
 
“Tivemos 17 reuniões até agora e em todas apresentamos uma proposta e todas foram recusadas. Oferecemos 8% de reajuste, mas o que o presidente do Sindicon não disse é que oferecemos, em média, 10% de aumento para o piso. Eles solicitaram que a data-base dos porteiros da capital seja equiparada com os do interior e aceitamos, inclusive propondo um escalonamento para essa equiparação. Ainda assim, o sindicato não aceitou”, afirmou a presidente do Secovi-PR.
 
“Não queremos prejudicar os trabalhadores em nenhum momento e não entendemos que parâmetros o sindicato está usando para propor esta greve. Tanto queremos negociar que já fizemos 17 reuniões, mas nada que oferecemos eles aceitam. É preciso lembrar também que não trabalhamos com lucro, quem paga o salário dos porteiros são os moradores de condomínios, que também são assalariados”, afirmou.
 
A presidente garantiu ainda que já sugeriu aos condomínios que repassem os 7,33% de outubro para os salários agora, até que a situação seja resolvida, mas o Sindicon não avalisou esta proposta.
 

Greve

 
O Sindicon começa nesta quinta-feira (15) a promover assembleias itinerantes para convocar os trabalhadores para uma greve no dia 27, a partir das 7 horas. Cada porteiro ou empregado em condomínio será abordado no local de trabalho para assinar a favor ou contra a paralisação. A categoria tem ao todo 12 mil trabalhadores no estado.

Fonte: http://bandab.pron.com.br

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...