O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Inadimplência

Inadimplência

Levantamento aponta que 10%, em média, devem condomínio

Publicado em: segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Cerca de 10% devem condomínio

O número de ações contra inadimplentes da taxa de condomínio aumentou 15,53% no Estado de São Paulo entre janeiro e novembro de 2015 na comparação com igual período de 2014, segundo o último levantamento feito pelo Secovi-SP (Sindicato da Habitação). No período, o Tribunal de Justiça do Estado protocolou 9.491 processos contra 8.215 no ano anterior. No ABC, de acordo com Administradora de Condomínios Inovathi, de São Bernardo, a inadimplência está em 10%.
 
O aumento do número de processos é resultado da crise econômica que, além da alta inflacionária, resultou em crescimento do índice de desemprego e queda no rendimento dos trabalhadores. Para se ter ideia, em novembro de 2015 o Índice de Custos Condominiais, calculado pelo Secovi, subiu 0,08% em comparação com outubro e 12,47% no acumulado de 12 meses.
 
A questão é que quando muita gente deixa de pagar, o fluxo de caixa fica prejudicado e obras importantes ou mesmo a manutenção podem não ser realizadas.
 
“A inadimplência é o calcanhar de Aquiles do planejamento financeiro feito por síndicos e administradoras de imóveis. A multa por atraso é de apenas 2% e, por isso, na hora do aperto as pessoas preferem pagar as contas com juros e multas maiores e deixam o condomínio de lado”, afirma Eli Silveira, diretor da Inovathi.
 
Para Silveira, é preciso um trabalho de conscientização porque o condomínio não pode ser visto como despesa e sim como contribuição para o bem comum de todos. “Trata-se de uma vaquinha entre os moradores. O condomínio é uma pessoa jurídica que não gera lucro”, diz.
 

Gestão

 
A Administração de um condomínio não é tarefa fácil e não se limita a arrecadar as taxas para realizar manutenção e obras. Além da inadimplência, o síndico deve ficar atento a questões como aumento do custo de produtos e serviços que envolvem o cotidiano dos condôminos. Por essa razão é preciso gerir com conhecimento e criatividade para não ser surpreendido por fatores de  mercado.

Fonte: http://www.reporterdiario.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...