O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Ambiente

Invasão de escorpiões

Condomínio em Jaboticabal está em alerta com presença dos animais

Publicado em: quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Moradores de Jaboticabal dizem viver em alerta após 'invasão' de escorpiões

Aposentado encontrou animal enrolado em uma blusa de seu neto.Prefeitura diz que está legalmente impedida de realizar este trabalho.

Moradores de um conjunto habitacional de Jaboticabal (SP) reclamam de uma infestação de escorpiões. Eles afirmam que os animais têm invadido os apartamentos de algumas pessoas. Segundo alguns dos munícipes, o problema já ocorria há aproximadamente um ano, mas tem piorado desde o começo do mês.

De acordo com o aposentado Daniel Damato, os animais peçonhentos aparecem aos montes e tiraram o sossego dos moradores.

Ele afirma que os escorpiões conseguem se esconder até mesmo no meio das roupas e que acabou salvando seu neto do ataque de um deles.

“Eu fui pegar a roupa do menino pra limpar e vi o escorpião enrolado na blusa, quase me pegou o dedo. Depois disso eu matei ele e coloquei no vidro. Já encontrei mais no banheiro e no acendedor de luz da cozinha. Esse estava dentro do quarto, no meio da blusa do meu neto, um perigo danado”, afirma.

A mãe da dona de casa Simone Francisca de Oliveira chegou a ser picada por um dos escorpiões enquanto dava banho na neta de apenas um ano.

O animal entrou no banheiro pelo ralo e a idosa precisou ser socorrida para o hospital depois que passou mal.

“Minha mãe gritou por socorro e entrei no banheiro. Ela começou a querer desmaiar e pedi ajuda aos vizinhos porque minha filha tem um anos apenas e eu tive que deixá-la com os vizinhos para socorrer minha mãe. Foi uma correria só. Foi um pânico no dia, muito sério. Pro meu irmão é ainda mais perigoso porque ele é cadeirante e toma banho sozinho, é difícil a locomoção”, afirma.

O pedreiro Alan Cesar Bernal culpa o esgoto do condomínio, que de acordo com ele, não está vedado da maneira correta e acaba permitindo que escorpiões, baratas e outros insetos invadam o condomínio e entrem nos apartamentos.

“O problema é que essas caixas não estão vedadas. Está tudo sem vedar e é quando sai o escorpião do esgoto, tá tudo sem vedar. E lá na caixa de gordura tá aberto também. Fica buraco aberto. Vem tudo do esgoto, não tem outro lugar”, diz.

Para tentar conter a situação, uma moradora criou um abaixo-assinado na esperança de mobilizar a prefeitura para auxiliar o condomínio com os custos de uma dedetização que seria realizada em todos os apartamentos de todos os blocos.

“Achei dois escorpiões em cima da cama ao lado de meu filho de um ano. Eu levei o abaixo-assinado até a prefeitura, fiz esse protocolo de processo e aí a vigilância veio aqui, mas até agora não foi feito nada. Venho em nome de todos do condomínio que não têm condição de pagar uma dedetização particular pedir pro prefeito, pra vigilância, saúde publica, que façam uma dedetização de cima pra baixo em todos os apartamentos, principalmente nos ralos. Se não, quem vai ser responsável se picarem uma criança aqui dentro?”, conclui.

Em nota, a Secretaria de Saúde informa que os imóveis do condomínio localizado no bairro Cohab II são particulares e por ser propriedade privada, a dedetização é de responsabilidade dos proprietários.

A Prefeitura de Ribeirão Preto diz ainda que a instituição está legalmente impedida de realizar este trabalho.

Já a Vigilância de Vetores e Zoonoses informou que fez o diagnóstico do local na sexta-feira (10) e orientou os moradores.

A Vigilância Sanitária já notificou a síndica e aguarda as medidas cabíveis para as irregularidades encontradas que favorecerem a proliferação de escorpiões - ralos abertos, caixas de esgoto sem proteção, entulhos e restos de materiais de construção.

Fonte: http://g1.globo.com

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...