O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Ambiente

Leitura individualizada

Condomínios em Sorocaba (SP) podem receber melhoria da concessionária

Publicado em: segunda-feira, 14 de julho de 2014

Saae quer instalar hidrômetros e fazer leitura nos condomínios

Novo modelo de hidrômetro deve começar a ser implantado nas novas ligações de água
 
O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) pretende individualizar o consumo dentro de condomínios, inclusive com a leitura dos hidrômetros feita pela própria autarquia, conforme disse ontem o diretor-geral Adhemar José Spinelli Júnior, em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara. A mudança agora depende da autorização dos vereadores, já que há 11 dias essa proposta está em trâmite no Legislativo. Se for aprovada, a nova regra será obrigatória para todos os novos condomínios. Para os já existentes, a individualização será opcional e poderá ser solicitada por qualquer condomínio, independente da classe social de seus moradores. 
 
Atualmente a leitura nos condomínios é feita em um único hidrômetro, na entrada do empreendimento. Entre os moradores cabe a decisão de dividir o valor da conta em forma idêntica pelo número de habitações ou contratar uma empresa para fazer a leitura individualizada, situações que serão desnecessárias a partir do momento que os leituristas dos próprio Saae executarem tal tarefa. Entre as vantagens da mudança pretendida pelo Saae estão a redução da inadimplência dos condomínios, a cobrança das famílias de maneira mais justa, já que há moradias com uma só pessoa e outras com muito mais e incentivar o uso racional da água, já que muitas vezes uma família menor eleva o consumo porque sabe que pagará o valor idêntico ao vizinho que vive com mais pessoas. 
 
Como atualmente a leitura é feita um único hidrômetro e existem muitos condomínios com centenas de moradias, o diretor-geral do Saae não descarta a necessidade de precisar elevar o valor do contrato com a empresa terceirizada, atualmente a Alssan Engenharia, que faz a leitura.
 
"Ela cobra por leitura e vai aumentar a quantidade", avaliou o diretor. Spinelli declarou desconhecer quantos condomínios há em Sorocaba atualmente, mas há quatro anos o Sindicato da Habitação (Secovi) e o Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci) estimavam existir mais de 2 mil condomínios em Sorocaba. Segundo o Saae, em loteamentos fechados, como por exemplo no Granja Olga, a leitura já é custeada pelo Saae. 
 
Os condomínios construídos antes da lei começar a vigorar precisarão atender a vários requisitos do Saae para ter o direito à instalação do hidrômetro individualizado: rede individualizada de fornecimento de água por moradia, todos os hidrômetros precisarão estar no piso térreo e a responsabilidade pela manutenção da rede dentro do condomínio continua sendo dos moradores. O Saae cobra R$ 147,34 pelo hidrômetro, incluindo a instalação. 
 
Novos modelos 
 
O Saae passará a usar novos modelos de hidrômetros, instalados nos muros dos imóveis ao invés de cavaletes no chão. O novo modelo é previsto para ser adotado em cerca de 90 dias, após a regulamentação ser aprovada pelo prefeito Antonio Carlos Pannunzio. Ele será instalado nas novas ligações de água que vierem a ser solicitadas, ou quando houver vazamento nos cavaletes existentes. 
 
Segundo o Saae, o novo modelo visa facilitar e agilizar as ligações de água, dar maior segurança e proteção ao hidrômetro, minimizar as violações e fraudes e além disso tem maior durabilidade, pois é todo em plástico e ao contrário do material metálico atual, não está sujeito a corrosões. Também possibilita a diminuição de perdas de água, pois possui menos conexões.

Fonte: http://www.cruzeirodosul.inf.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...