O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Mercado

Mercado aquecido

Condomínios de todos os tipos na Grande Florianópolis

Publicado em: terça-feira, 19 de novembro de 2013

 Grande Florianópolis oferece opções para todos os bolsos de casas em condomínios

Imóveis são uma alternativa para quem busca espaço e lazer nas grandes cidades
 
Morar em uma casa sem abrir mão da segurança de um apartamento já é possível na Grande Florianópolis. A região conta com uma oferta crescente de condomínios horizontais, empreendimentos que oferecem ao morador vantagens como contato direto com a natureza, acesso a ambientes livres e privacidade. Há opções para todos os bolsos.
 
O conforto de uma casa aliado às facilidades de um condomínio, especialmente no que diz respeito à segurança, fizeram aumentar a procura por este tipo de construção, diz o diretor comercial da Guerreiro Imóveis, Nestor Duarte.
 
Segundo ele, outro detalhe importante é que a prefeitura de Florianópolis começou a aprovar agora alvarás de empreendimentos que levaram muito tempo para serem liberados. O resultado disso é que a região ganhou mais opções em condomínios horizontais.
 
Duarte cita os bairros Campeche, Rio Tavares, Pântano do Sul, Cacupé, Santo Antônio de Lisboa e Sambaqui como locais que oferecem imóveis desse tipo de médio e alto padrão. No Continente, o preço do terreno é mais baixo e as casas dos condomínios fechados têm valores mais acessíveis.
 
O casal Aline Pradebon e Laércio Siqueira comprou um imóvel no condomínio Terra Nova, no Bairro Bela Vista, em Palhoça, há dois anos. A casa foi financiada pelo Minha Casa, Minha Vida, programa de habitação do governo federal.
 
Bem-estar da família deve ser levado em conta 
 
Aline, que é vendedora, conta que o valor da prestação da casa, somado à taxa de condomínio, é mais baixa do que a despesa mensal do prédio em que morava. Além disso, as facilidades do condomínio residencial, que tem piscina, segurança 24 horas, quadra de esportes e espaço para a prática de atividade física, são superiores se comparadas às do antigo prédio, que contava somente com playground na área comum.
 
– Pagávamos R$ 740 de aluguel mais R$ 342 de condomínio no prédio anterior. Hoje, pago R$ 800 a prestação e R$ 131 a taxa do condomínio. E o melhor é que a minha filha (Natieli), que tem 10 anos, está bem mais feliz. Foi ela quem escolheu morar aqui, pois pode andar de bicicleta e de patins – comemora.
 
O presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon) da Grande Florianópolis, Hélio Bairros, lembra que muitos desses imóveis estão longe das áreas centrais e, por isso, o cliente deve considerar os gastos que terá com mobilidade. Nestor Duarte, da Guerreiro, acrescenta que vale mais a pena comprar imóveis deste tipo quem tem a intenção de morar no local.
 
As diferenças entre condomínios horizontais e verticais
 
> Assim como em um prédio, a figura do síndico está presente no condomínio horizontal, juntamente com a do sub-síndico e do conselho fiscal ou conselho consultivo, formado por proprietários (e inquilinos que tenham procuração do proprietário).
 
> O morador recebe a casa pronta, vias internas pavimentadas e sinalizadas, áreas de lazer montadas e em condições imediatas de uso.
 
> O proprietário já sabe como são as construções vizinhas à sua. No entanto, há um padrão arquitetônico definido a ser seguido por todos, que não pode ser alterado sem que haja a aprovação dos demais proprietários, mediante um quórum específico de aprovação a ser obtido em assembleia geral convocada com o fim especial de promover uma alteração à convenção condominial.
 
> Para mudar a fachada ou construir uma complementação da área externa edificada, ou mesmo mudar a função de uma área originalmente definida, por exemplo, é necessário ter a concordância expressa dos demais proprietários.
 
> O custo da manutenção das áreas comuns em condomínios horizontais é rateado entre os moradores do mesmo modo em que ocorreria em um edifício.
 
> O pagamento do IPTU incide sobre a sua unidade autônoma, somado a uma fração ideal de área comum.

Fonte: http://diariocatarinense.clicrbs.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...