O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Administração

Moradia para universitários

Em Maringá (PR) há dificuldade para alugar para esse público

Publicado em: terça-feira, 19 de junho de 2012

 Nem todo prédio aceita, diz Secovi Murilo Gatti 

O vice-presidente da Regional de Maringá do Sindicato da Habitação e dos Condomínios do Paraná (Secovi), Téo Granado, confirma que nem todos os prédios da cidade aceitam estudantes . "Realmente existe essa restrição. Não é todo prédio que aceita", diz.
 
Em grande parte, Granado explica que a decisão depende muito de como foi construído o edifício.
 
"Quando a maioria dos proprietários é investidor, não há problema, porque realmente compram para locar", avalia.
 
Segundo ele, o índice de inadimplência dos estudantes indica que vale a pena buscar esse tipo de inquilino. "Nas imobiliárias, o maior índice de pagamento pontual é de estudantes. A família paga certinho e eles honram bastante o compromisso. Na hora da recisão, deixam o apartamento como encontraram".
 
Granado também aponta que não são apenas estudantes que motivam conflitos entre moradores. "Sabemos do caso de uma mulher que tinha mais de 20 cães no apartamento, e outro, do filho de um casal que tocava bateria às 3 da manhã. Quando há convivência, existe todo tipo de conflito", pondera.
 
Sobre o caso Edifício Nápoles, Granado diz que entende os dois lados. "A gente preconiza que haja consenso, entre condomínio e proprietários".

Fonte: http://maringa.odiario.com/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...