O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Danos morais, Calúnia e Difamação

Multas e Advertências

Aplicar multa pode gerar dano moral para o síndico?

 Claro que depende de como a situação ocorreu. Mas se não houve abuso, nem humilhação, é provável que o juiz não aceite a acusação, como mostra a ementa abaixo, do Tribunal de Justiça de São Paulo:

“Aplicação de multa por infração ao regulamento interno de condomínio em edifício - Caso de exercício regular de direito - Inexistência de comportamento ilícito - Hipótese em que ferida mera suscetibilidade, que não traduz dano” - TJ-SP , 11/11/2010

Nesse outro caso, porém, o síndico e outras pessoas foram condenados por acusar injustamente e agredir fisicamente algumas pessoas, como segue abaixo:

“Ação indenizatória de dano material e moral em decorrência das lesões físicas causadas nos Autores pelo síndico de condomínio junto com outras pessoas. Se a causa de pedir em nada envolve o 1º Réu à lide, correta a sentença ao reconhecer a ilegitimidade passiva. Segundo as partes, incontroverso que o síndico e terceiros se dirigiram ao imóvel onde estavam hospedados os Autores e os acusaram de furto de uso de um automóvel, iniciando discussão seguida de briga com agressões físicas recíprocas.Não há prova nos autos de quem iniciou o conflito. Mas sem dúvida a atitude do 3º Réu exorbitou os contornos da licitude ao agir em exercício arbitrário das próprias razões, pois a conduta do homem médio seria avisar a suspeita de furto à autoridade policial.

Os exames de corpo de delito demonstram que os Autores foram severamente espancados e 3º Réu teve ferimentos apenas nos punhos e joelho em razão dos inúmeros golpes aplicados nas vítimas, motivo porque responde pelos danos impostos aos Autores. Se o comportamento do síndico jamais se vinculou às tarefas inerentes ao cargo que ocupa, o condomínio 2º Réu não teve responsabilidade no fato.O dano material consiste nas despesas médicas comprovadas nos autos pelo 1º Autor. Manifesto o dano moral praticado pelo 3º Réu diante do profundo sofrimento dos Autores em conseqüência das agressões.

Valor da reparação arbitrado considerando a capacidade das partes, seu comportamento no evento e suas conseqüências. A condenação dos Autores em honorários de advogado para os Réus, vencedores na lide, mostra-se exorbitante e deve ser reduzida de acordo com o artigo 20, § 3º do Código de Processo Civil”  TJ - RJ (05/08/2009)

 

  

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...