O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Segurança

Prédio em chamas

Edificação no centro do RJ sofre com fogo e é interditada

Publicado em: sexta-feira, 1 de março de 2013

 Prédio que pegou fogo no Centro do Rio e imóvel vizinho são interditados

Bombeiros informaram que edifícios estavam com documentação vencida. Ninguém ficou ferido com incêndio em sobrado na Rua Luís de Camões.
 
A Defesa Civil municipal interditou o sobrado que pegou fogo na madrugada desta quarta-feira (27) na Rua Luís de Camões, no Centro do Rio, e mais um imóvel vizinho, como mostrou o RJTV. Os bombeiros informaram que os prédios não estavam com a documentação de segurança em dia, que atesta, por exemplo, a existência de saídas de emergência, e que não poderiam funcionar.
 
No fim da tarde, bombeiros ainda combatiam pequenos focos de incêndio. O fogo começou de madrugada e praticamente destruiu o sobrado onde funcionava um shopping de informática e escritórios. Ninguém ficou ferido, mas uma mulher passou mal. Muita gente ficou nervosa ao lado de fora sem saber o tamanho do prejuízo.
 
Ruas tiveram que ser fechadas pro trabalho dos bombeiros. Além da Luís de Camões, que só foi liberada por volta das 19h, a Cet-Rio também interditou a Avenida Passos, entre a Presidente Vargas e a Praça Tiradentes. O trânsito ficou congestionado.
 
As causas do acidente ainda serão investigadas. A perícia, segundo a Polícia Civil, só poderá ser feita depois que os bombeiros liberarem o prédio.
 
O comerciante José Eduardo Gontijo contou que todos os comerciantes que trabalhavam no térreo do sobrado já tinham sido notificados a sair do imóvel até sexta-feira (1º).
 
Proprietário da loja de informática que ficava no prédio, Eduardo Gontijo disse que acredita que o incêndio pode ter sido criminoso.
 
"Tinham algumas pessoas que não estavam satisfeitas com uma política nova. O primeiro andar do prédio tinha vários estandes e queriam transformar esses estandes em um lugar só. Pode ter sido uma sabotagem. Não havia nenhum material inflamável no estacionamento que pudesse causar este incêndio", disse.
 
De acordo com Gontijo, no andar térreo do prédio incendiado havia diversas lojas. No entanto, segundo ele, o proprietário do estabelecimento queria transformar o térreo em uma loja só. “Havia vários comerciantes nestes estandes. Mas o proprietário queria transformar o andar em uma loja, só que essas pessoas estavam resistindo, não estavam querendo sair. Acredito ter sido uma retaliação, e não apenas um incêndio casual”.
 

Incêndio

 
O fogo começou às 4h30 no estacionamento que tem um sobrado e logo depois se alastrou para um prédio comercial que tem vários escritórios de informática.
 
Mario Vitor Nascimento, sócio de uma loja de telefonia que fica no prédio comercial, ainda sem informações precisas sobre o imóvel, lamentou o ocorrido. "Espero que não prejudique tanto, mas o locatário disse que foi bem atingido", disse.
 

Fonte: http://g1.globo.com

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...