O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Inadimplência

Protesto ao inadimplente

Instituito de tabelionatos de SP promoveu encontro entre administradoras

Publicado em: terça-feira, 17 de dezembro de 2013

 INSTITUTO DE PROTESTO PROMOVE EVENTO PARA ADMINISTRADORAS DE CONDOMÍNIOS

Por Ana Paula Carvalho
 
O Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil, Seção São Paulo, IEPTB-SP, promoveu o evento “Orientando seu Síndico”, no dia 13 de março de 2012, em São Paulo.
 
O IEPTB-SP é um órgão de classe que representa os tabelionatos de protesto do Estado de São Paulo e tem a finalidade de pesquisar, estudar, desenvolver melhorias e zelar pela qualidade e eficiência dos serviços prestados na área de protesto.
 
O evento, que ocorreu na sede do Instituto, localizada na Rua da Quitanda, 16, 5º andar, teve o objetivo de divulgar o serviço de protesto de cotas condominiais e orientar os administradores de condomínios dos benefícios do protesto, entre eles, a gratuidade, o envio eletrônico, a segurança, a eficácia de recebimento, rapidez e a possibilidade de inclusão de Honorários Advocatícios. 
 
Além da divulgação do protesto, o evento contou com a palestra “Riscos e Segurança no Trabalho”, ministrada pelo engenheiro de segurança do trabalho, Carlos Eugênio Berkhout. Ele ressaltou a importância das normas reguladoras. “Os condomínios devem seguir as normas reguladoras como a NR-26, que determina a sinalização de segurança com as cores de identificação para que o trabalhador que chega para consertar um cano, por exemplo, não corte o cano errado e cause um acidente.” 
 
Marcio Rachkorsky falou sobre “O Protesto como Ferramenta de Recuperação de Crédito”. Marcio é membro efetivo da equipe "Chame o Síndico", do programa Fantástico, e comentarista do SPTV, ambos da Rede Globo, e atua na advocacia com especialidade em condomínios. Ele falou sobre as vantagens do protesto.
 
“O protesto é muito mais eficaz do que a negativação do inadimplente em um órgão de crédito. É um instrumento efetivo de cobrança, que deve ser utilizado com sabedoria e critério. Além disso, é rápido, eficaz, seguro e gratuito!”
 
Segundo Marcio, ações judiciais são muito procuradas por condomínios mesmo antes de utilizar o protesto, o que não é vantagem. “Uma ação judicial não abala o crédito do devedor, é morosa e onerosa. Se ele for protestado, isso sim vai abalar o crédito dele, porque isso o impedirá de comprar. O protesto pode evitar uma ação judicial, o que desafoga o poder judiciário que está abarrotado de ações. Além disso, o advogado que tiver despesas de cobrança pode incluí-las após o apontamento do protesto para receber honorários advocatícios.”
 
O evento contou ainda com a participação do presidente do Instituto de Protesto, José Carlos Alves, que comentou sobre a agilidade do protesto. “O protesto explora o princípio da celeridade. É tudo muito rápido. Ou o devedor paga, ou ele é protestado.”
 
Alves disse ainda que é incomum ocorrer uma ação judicial caso o credor proteste o devedor. “De 100% dos títulos apontados para o protesto, 0,6% entrou com um pedido de sustação temporária. Desses 0,6%, apenas 1/3 se transforma em sustação definitiva e os 2/3 restantes vão a protesto, ou seja, a chance de ocorrer um processo judicial é mínima!”, finalizou. 
 

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...