O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Eventos

Qualidade da edificação

Palestra em Curitiba, na quinta-feira, discute nova norma de construção

Publicado em: quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Curitiba discute Norma de Desempenho NBR 15575

Nesta quinta-feira (16), das 18h30 às 21h, o CREA-PR promove em parceria com o Sinduscon-PR e com o apoio da Câmara Brasileira da Indústria da Construção – CBIC a palestra “Norma de Desempenho NBR 15575 - Você já conhece?", que acontece no Sinduscon-PR (Rua João Viana Seiler, 116 – Parolin). O objetivo é orientar os profissionais e empresários sobre os requisitos e critérios estabelecidos na nova norma, que entra em vigor em 2013 e deve provocar mudanças no mercado da construção civil. Ela exigirá de edificações habitacionais, casas ou edifícios que atendam a parâmetros de desempenho estruturais por um determinado tempo de vida útil. 
 
A palestra sobre o tema já aconteceu nas cidades de Ponta Grossa, Guarapuava, Francisco Beltrão, Foz do Iguaçu e Cascavel, e será discutida em Curitiba nos dias 16/08 e 23/08.
 
O engenheiro civil do Sinduscon-PR, Ivanor Fantin Júnior explica que a Norma de Desempenho será a publicação mais importante para o setor nos últimos 30 anos. Segundo ele, nos países mais desenvolvidos as discussões sobre desempenho e durabilidade das edificações começaram antes da década de 70 e somente agora que o tema está se consolidando no Brasil.
 
“A globalização trouxe muitas mudanças no nosso cotidiano e uma das mais expressivas diz respeito à inovação. Diariamente muitos produtos são lançados no mercado e são utilizados no nosso setor sem a caracterização do seu desempenho, ou seja, se ele realmente atende a expectativa do usuário. A Norma de Desempenho dita os parâmetros que deverão ser seguidos e a forma de atuação desde o projeto até a conclusão das edificações”, explica Fantin Júnior.
 
O engenheiro conta que desde o final da consulta pública feita pela ABNT em 2011, quando ficou estipulado o prazo de mais um ano para a revisão da Norma de Desempenho, que o mercado aguarda a finalização dos trabalhos e as mudanças que ela acarretará no setor da construção civil.
 
“O Sinduscon-PR, preocupado com essa demanda, participou de todas as reuniões dos grupos de trabalhos e de todas as plenárias na ABNT em São Paulo com o intuito de discutir todos os requisitos e critérios das seis partes da norma e informar aos seus associados do andamento da revisão e garantir que os textos finalizados proporcionassem segurança jurídica ao setor como um todo. E o CREA-PR, participando das reuniões do Conselho Setorial da Indústria da Construção Civil da FIEP, juntamente com os demais Sinduscons, entendendo a importância da norma, não somente para as empresas, como também, para todos os profissionais ligados a área, fez uma parceria para divulgação nas principais cidades do Paraná”, comenta.
 
Fantin Junior enfatiza que a partir de 2013, quando do início da exigibilidade da norma, as edificações habitacionais, grandes ou pequenas, casas ou edifícios, deverão obedecer a requisitos mínimos de desempenho.
 
“A norma veio como uma exigência do mercado para obtenção de maior qualidade nos empreendimentos. Com a implementação desta, os projetistas precisarão especificar os materiais, produtos e processos a serem utilizados nos empreendimentos a fim de que seja alcançado o tempo de vida útil determinado em projeto.”
 
Ela complementa explicando que o atendimento a parâmetros mínimos de desempenho acústico, térmico, estrutural, entre outros, acarretará uma mudança de conceitos na forma de construir, bem como, na atitude dos profissionais envolvidos. 

Fonte:

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...